Cervejas incríveis para paladares exigentes!

Olá, beernauta!


O ano continua em altíssimo nível com essa seleção que nossos especialistas em cervejas foram buscar para você! Uma autêntica cerveja de trigo da Baviera, feita pela terceira cervejaria mais antiga em atividade do mundo. Uma Munich Helles artesanal gaúcha que é uma das melhores representantes brasileiras do estilo. Uma American Pale Ale recém lançada, produzida na cidade mais alemã do Brasil. Uma premiadíssima Belgian Pale Ale do Rio de Janeiro que vai surpreender o seu padar. E uma espetacular Russian Imperial Stout colaborativa que leva café gourmet da Serra da Mantiqueira e chips de carvalho embebidos em brandy. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha
Sommelier de cervejas

 

Clube Janeiro


1- Kloster Scheyern Weisse Hell 500ml

clube de março

 

“Principal rótulo da cervejaria, a Kloster Scheyern Weisse Hell é uma cerveja de trigo não filtrada, típica da região da Baviera, feita pela terceira cervejaria mais antiga em atividade, que fica em um mosteiro. Apresenta coloração amarelo dourada, com espuma duradoura, aromas e sabores que remetem a banana, cravo, floral e alcaçuz. Sua carbonatação efervescente proporciona uma ótima sensação de refrescância!”

Estilo: German Weizen

Amargor:Baixo

Teor Alcoólico: 5,4% ABV

Olho: Amarelo ouro, turva, boa espuma

Nariz: Floral, frutado, banana, alcaçuz

Boca: Frutada, banana, pão, condimentada, picante, corpo médio, refrescante, amargor baixo

Ingrediente: Água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo e levedura

Harmonização: Frutos do mar, peixes grelhados, salsichas alemãs, comida japonesa, saladas, pratos apimentados, queijos macios (feta, brie, camembert) e sobremesas à base de banana ou maçã com canela

Indicação do sommelier de cervejas: Salsicha de vitela com mostarda marrom

Temperatura de Serviço:5 a 7º C

Origem: Alemanha

Comprar


2 – Tupiniquim Helles 600ml

https://www.thebeerplanet.com.br/clube-de-cervejas-especiais-the-beer-planet#utm_source=blog&utm_medium=post&utm_campaign=clubemarco

“A cerveja artesanal Tupiniquim Helles é uma das melhores representantes brasileiras do estilo alemão Munich Helles. Apresenta coloração dourada com leve turbidez, notas de lúpulo floral, além de nuances de cereais e miolo de pão. Seu paladar é bem equilibrado entre a base maltada e suave amargor, com ótima refrescância e alta carbonatação. Uma cerveja leve e fácil de beber, que agrada dos iniciantes até aos paladares mais exigentes!”

Estilo:Munich Helles

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 5,2% ABV

Olho: Dourada, levemente turva, boa espuma

Nariz: Floral, cereais, pão, biscoito

Boca: Equilibrada, refrescante, leve amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Saladas, peixes, frutos do mar, ovos mexidos, bolinho de bacalhau, frango grelhado, quiche de queijo, culinária alemã, queijos leves, embutidos, petiscos fritos

Indicação do sommelier de cervejas: Mix de salsichas

Temperatura de Serviço: 2 a 4º C

Origem:Brasil

Comprar


3 – Schornstein APA 500ml

clube de março

 

“A cerveja artesanal Schornstein APA (American Pale Ale) é produzida em Pomerode, Santa Catarina, a cidade mais alemã do Brasil, mas segue fielmente a escola americana, onde o estilo APA foi criado. É clara e refrescante, com destaque para o lúpulo no aroma, apesar de ser bem equilibrada entre o amargor cítrico dos lúpulos americanos e o sabor levemente adocicado do malte. Apresenta líquido dourado e espuma densa, que demora a sumir. Mesmo com amargor ligeiramente alto, tem final deliciosamente macio e grande potencial refrescante!”

 

Estilo: American Pale Ale (APA)

Amargor: Alto

Teor Alcoólico:5,0% ABV

Olho:Dourada, levemente turva, ótima espuma

Nariz: Intensa, frutada, cítrica

Boca: Leve, refrescante, frutada, cítrica

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos de massa firme, como grana padano, parmesão e pecorino, hambúrguer.

Indicação do sommelier de cervejas: Hambúrguer

Temperatura de Serviço: 4 a 7° C

Origem: Brasil

Comprar


4 – Noi Avena 600ml

clube de março

“A premiada Noi Avena é uma deliciosa cerveja artesanal feita em Niterói inspirada nas cervejas belgas cheias de aroma e sabor. Utiliza cinco tipos de malte, duas variedades de lúpulo e mel, que exala um maravilhoso buquê que encanta quem degusta! Uma cerveja que surpreende onde chega! Pode provar que você vai adorar!”

Estilo: Belgian Blond Ale

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 5,2% ABV

Olho: Dourada, cristalina

Nariz: Mel, dulçor, caramelo

Boca: Dulçor, suave amargor, final longo

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, aveia, lúpulo, mel e levedura

Harmonização: Bacalhau, ceasar salad, lula frita, massa ou risoto ao frutos do mar, mexilhões, ostras, ovos mexidos, omelete, quiche de queijo, caldo de piranha, sopa de legumes, sushi, tempurá.

Indicação do sommelier de cervejas: Frutos mar

Temperatura de Serviço: 5 a 7° C

Origem: Brasil

Comprar

 


5 – Providência Double Stout Espresso Oak 355ml

clube de março

“A Providência Double Stout Espresso Oak é uma cerveja colaborativa entre a cervejaria artesanal paranaense Providência e os cervejeiros Paulo Cavalcanti, da curitibana Bodebrown, e o americano Chris Kirk, da Banded Oak Brewery, de Denver. Leva café gourmet da Serra da Mantiqueira na maturação e chips de carvalho embebidos em brandy, resultando em uma cerveja complexa e muito saborosa, com toques adocicados e intensos da madeira. Uma boa pedida para a guarda, porque ainda vai evoluir bastante com o passar dos anos, desenvolvendo ricas notas de frutas secas escuras, como ameixas e uvas passas!”

Estilo: Russian Imperial Stout

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 9,5% ABV

Olho: Negra, turva, boa espuma

Nariz: Frutado, torrado, madeira, chocolate, café expresso

Boca: Encorpada, frutado, torrado, madeira, caramelo, café expresso

Ingredientes: Água, malte, café, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos intensos, crème brûlée e sobremesas à base de chocolate ou banana

Indicação do sommelier de cervejas: Petit Gateau

Temperatura de Serviço: 13 a 15° C

Origem: Brasil

Comprar


Copo Save Water

Dica do sommelier de cervejas:

clube de março

“O copo Save Water, que faz parte da exclusiva coleção Signs do The Beer Planet, é uma versão moderna das tradicionais tulipas, com pé largo para um bom apoio em qualquer superfície, bojo arredondado para deslize e turbilhonamento perfeitos da cerveja ao entrar na taça, haste com altura na medida para uma empunhadura confortável e com firmeza, sem ser curta e nem muito longa, evitando que a bebida esquente por contato com o calor das mãos, e boca estreita e alta para melhor retenção de aromas e acomodação de colarinho generoso. Ideal para cervejas da escola belga.”

 

https://www.thebeerplanet.com.br/clube-de-cervejas-especiais-the-beer-planet#utm_source=blogthebeerplanet.com.br&utm_medium=post&utm_campaign=ClubeJaneiro

Você conhece essas marcas de cerveja? Está esperando o que pra provar?

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

 

Para a nossa alegria, a quantidade de cervejarias brasileiras só aumenta a cada ano, e, consequentemente, o volume de rótulos também, ficando cada vez mais difícil escolher quais marcas de cerveja provar.

Só no Brasil, ao final de 2017 atingimos a marca de 679 cervejarias (sem contar as ciganas – que não têm fábrica própria), que contabilizam quase 9 mil produtos (entre cervejas e chopp).

Para te ajudar nessa escolha, vamos apresentar algumas marcas de cerveja, que, se você ainda não experimentou, não pode deixar de provar:

Lohn Bier

 

Para começar, uma marca catarinense que ganhou o título de “Melhor Cervejaria da América do Sul” no concurso South Beer Cup 2017.

A Lohn Bier foi inaugurada em 2014, na cidade de Lauro Müller, SC, e se trata de uma cervejaria tipicamente familiar, nascida do hobby de um de seus membros em produzir cervejas artesanais.

Os rótulos da marca são distribuídos no Brasil e também exportados para alguns países da América Latina, como Paraguai e Panamá. E possuem diversos prêmios nacionais e internacionais nos mais conceituados concursos cervejeiros.

O destaque vai para a Lohn Carvoeira, uma complexa e maravilhosa Imperial Stout com adição de Funghi Secchi e Cumarú. Esta foi, nada menos, que a cerveja brasileira mais premiada de 2017.

Além da “menina dos olhos”, a marca possui diversos rótulos inspirados nas escolas alemã, belga, inglesa e americana; e 5 versões de Catharina Sour (estilo de cerveja ácida com fruta, criado por cervejarias catarinenses).

Você não vai querer deixar de provar as cervejas da Lohn Bier, vai?

CBB – Cia de Brassagem Brasil

A CBB – Cia de Brassagem Brasil é uma microcervejaria criada em 2017 por um grupo de pessoas com o mesmo propósito: enaltecer e fortalecer o que acreditam que o Brasil tem de melhor: a sua biodiversidade.

Para dar suporte a essa filosofia, a CBB possui parcerias com diversos projetos de preservação ambiental e da fauna brasileira, como o Onçafari, o Projeto Tamar, a Associação Mico Leão Dourado e o Instituto Pró Carnívoros.

Parte dos recursos financeiros da marca são direcionados para fortalecer a conservação da biodiversidade brasileira.

Como resultado desse trabalho, com menos de 3 meses no mercado, a cervejaria já recebeu o 2º Prêmio Brasil Brau de Gestão de Negócios em Cerveja, na categoria Responsabilidade Social.

O portfólio da marca conta com quatro rótulos de cerveja que reúnem qualidade, ousadia e pioneirismo, e levam nomes e figuras de animais que correm risco de extinção no Brasil.

Beber ótimas cervejas apoiando uma boa causa! Você não precisa de mais motivos para experimentar as cervejas da CBB.

Cerveja Imigração

Fundada em 2014 no município Campo Bom, RS, a “1824 Imigração” é uma marca da Cervejaria Campo Bom inspirada na imigração alemã de 1824 que trouxe consigo costumes culturais, gastronômicos e cervejeiros.

Suas receitas utilizam as melhores matérias primas importadas que resultam em cervejas premiadas da mais alta qualidade, juntando tradição e inovação.

Em 2017, ela foi eleita a “Melhor Cervejaria do Brasil” no concurso Copa Cervezas de América, no Chile.

A cervejaria apoia o envolvimento cada vez maior das mulheres no mercado cervejeiro, tendo seu corpo de funcionários formado por uma maioria feminina.

A marca possui suas cervejas de base voltadas para a escola alemã, além da linha 100% Cryo Hops guiada pela escola americana, e as criações sazonais inspiradas em diferentes escolas cervejeiras.

Conheça os rótulos da Imigração  e de muitas outras marcas de cervejas especiais nacionais e importadas clicando aqui.

Comprar cerveja ou assinar um clube: qual vale mais a pena?

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

Comprar cervejas e outros produtos pela internet já é uma prática bastante comum nos dias de hoje.

E a sensação de chegar em casa e ver aquela caixa cheia de cervejas especiais esperando para ser aberta é indescritível, não é mesmo?

Receba mensalmente

Agora imagina só, se todo mês você puder receber uma caixa cheia de cervejas especiais, nacionais e importadas, que foram selecionadas por uma equipe de especialistas, de acordo com o seu paladar.

Assim funciona um clube de cervejas. Você recebe todo mês, em sua casa, uma seleção com as melhores cervejas sem precisar se perder na escolha dos rótulos.

E você ainda tem benefícios e conteúdos exclusivos por ser um assinante.

Conteúdo especializado

Com o clube de cervejas, você tem em casa mais do que uma seleção de rótulos especiais.

Você recebe também um rico conteúdo de orientação teórica para explorar e expandir seus conhecimentos cervejeiros de forma fácil, segura e surpreendente.

Estes conteúdos incluem fichas que descrevem as características das cervejas do clube, dicas de harmonização elaboradas por especialistas para elevar o seu experiência de degustação, e muito mais.

Comprar cervejas especiais pode ser uma experiência bastante prazerosa, mas os preços, às vezes, podem se tornar uma barreira para você adquirir vários rótulos de uma só vez.

Economia

O clube de assinatura consegue viabilizar essa aquisição, pois possui maior poder de negociação com as cervejarias e importadores por comprar grandes quantidades. Assim, os preços médios de suas cervejas serão inferiores aos encontrados em uma compra avulsa.

Além da economia, da comodidade e da conveniência de receber as melhores cervejas em casa, o clube da The Beer Planet é o único em que você tem opções de planos para iniciante, intermediário e avançado.

Você pode escolher entre quatro planos, de acordo com o seu conhecimento no mundo cervejeiro, assim você tem a certeza de que sempre vai ter uma surpresa positiva, que se enquadra ao seu perfil. Veja só:

comprar cervejas

Se não bastassem todas essas facilidades e vantagens, os sócios do The Beer Planet Club têm fretes diferenciados para todo o Brasil e descontos exclusivos, que garantem até 40% OFF em todos os produtos da nossa loja virtual.

Assim, você continua descobrindo novos rótulos e estilos com o clube de assinatura e ainda pode comprar outras cervejas e acessórios com preços e benefícios mais do que especiais.

Por que, no final das contas, o que vale mais a pena mesmo é assinar o clube de cervejas da The Beer Planet e ainda poder comprar cervejas com vantagens exclusivas.

Está esperando o quê para fazer parte do clube de cervejas melhor avaliado do país?  Clique aqui e mergulhe de vez no universo cervejeiro.

Uma seleção sensacional para o seu verão!

Olá, beernauta!

Nossos especialistas trouxeram novidades e cervejas premiadas para manter o nível de 2018 lá em cima! Uma genuína cerveja de trigo feita na Bavária por uma premiada cervejaria familiar de 1.386. Uma autêntica Czech Premium Lager produzida na República Tcheca, o país que criou o estilo Pilsner. Uma deliciosa American IPA brasileira inspirada nas IPAs da costa oeste dos EUA. Uma premiada Tripel do Rio de Janeiro inspirada nas antigas receitas dos monges belgas. E a extraordinária Lohn Carvoeira, uma Imperial Stout que foi a cerveja artesanal brasileira mais premiada no mundo em 2017. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha
Sommelier de cervejas

 

Clube Janeiro


Riegele Weisse 500ml

clube de fevereiro
RIEGELE WEISSE 500ML

“A cerveja artesanal alemã Riegele Weisse, feita na Bavária por uma tradicional cervejaria familiar muito premiada, que produz cervejas há várias gerações, é uma legítima Weissbier, cerveja de trigo clássica. Utiliza uma levedura especial, é maturada em barril e não passa por filtragem. Apresenta aroma de banana e cravo com notas de pão e frutas cítricas. Na boca, é bem frutada com notas de tutti frutti e um toque cítrico. Final persistente, trazendo pão, banana e agradável amargor!”

Estilo: German Weizen

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 5,0% ABV

Olho: Amarelo dourado, turva, boa espuma

Nariz: Frutado, banana, cravo, pão, cítrico

Boca: Refrescante, frutada, banana, tutti frutti, cravo, cítrica

Ingredientes: Água, malte de trigo, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Frutos do mar e peixes em geral, saladas e pratos leves, culinária oriental

Indicação do sommelier de cervejas: Camarão ao alho e óleo

Temperatura de Serviço:5 a 7º C

Origem:Alemanha

Comprar


Zlatá Praha Lata 500ml

Clube de fevereiro
Zlatá Praha

“A cerveja Zlatá Praha é uma autêntica Czech Premium Lager produzida na República Tcheca, o https://www.thebeerplanet.com.br/clube-de-cervejas-especiais-the-beer-planet#utm_source=blogthebeerplanet.com&utm_medium=post&utm_campaign=clubefevereiro1país que criou o estilo Pilsner. É muito equilibrada entre a presença marcante do malte, com notas destacadas de cereal e miolo de pão, e o amargor sutil e delicado dos lúpulos nobres. Uma cerveja leve, refrescante, extremamente fácil de beber e ideal para o verão brasileiro!”

Estilo:Czech Premium Lager

Amargor:Moderado

Teor Alcoólico: 4,7% ABV

Olho: Dourada, cristalina, boa espuma

Nariz: Cereal, miolo de pão, floral, herbal

Boca: Leve, refrescante, baixo amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos e pratos leves em geral, saladas, grão de bico, carne branca, frutos do mar, pizza margherita, petiscos fritos

Indicação do sommelier de cervejas: Pastel de queijo ou camarão

Temperatura de Serviço: 3 a 5º C

Origem: República Tcheca

Comprar


Kill Brew Hoppy Revenge 500ml

Clube de Fevereiro
KILL BREW HOPPY REVENGE 500ML

“A cerveja artesanal brasileira Kill Brew Hoppy Revenge é uma deliciosa American IPA cheia de sabor e com forte influência das IPAs da costa oeste dos EUA. De paladar seco, com corpo leve e amargor lindamente equilibrado, apresenta no aroma notas destacadas de frutas tropicais que lembram tangerina, pêssego e damasco, e na boca, leve toque apimentado!”

Estilo: American IPA

Amargor:Alto

Teor Alcoólico: 6,4% ABV

Olho: Dourada, levemente turva, boa espuma

Nariz: Frutada, cítrica, pêssego, tangerina, damasco

Boca: Leve, refrescante, frutada, cítrica, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Carne assada, linguiça, porco, hambúrguer, pizza calabresa, falafel, pato, pratos condimentados, comida mexicana.

Indicação do sommelier de cervejas: Calabresa aperitivo

Temperatura de Serviço: 6 a 8° C

Origem: Brasil

Comprar


Besten Meillieur Tripel 600ml

Clube de Fevereiro
BESTEN MEILLIEUR TRIPEL 600ML

“A premiada cerveja artesanal Besten Meillieur, do estilo Tripel, é feita no interior do estado do Rio de Janeiro inspirada nas antigas receitas dos monges belgas, com paladar mais potente e mais encorpada. No nariz, destaque para os aromas frutados e condimentados. No paladar, um toque cítrico se mistura ao caráter frutado, que remete a damasco e banana madura, temperado por notas de especiarias, levemente adocicado. É cremosa e surpreendentemente suave!”

Estilo:Belgian Tripel

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 9,0% ABV

Olho: Dourada, levemente turva, boa espuma

Nariz: Frutado, mel

Boca: Frutado, dulçor, amargor sutil, corpo médio

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Carnes vermelhas mais intensas, como porco, defumados e caça.

Indicação do sommelier de cervejas: Carne suína com molhos frutados e/ou agridoces

Temperatura de Serviço: 8 a 12° C

Origem: Brasil

Comprar


Lohn Carvoeira 330ml

Clube de Fevereiro
LOHN CARVOEIRA 330ML

“A extraordinária Lohn Carvoeira foi a cerveja artesanal brasileira mais premiada no mundo em 2017. Uma Imperial Stout nascida da parceria entre as micro cervejarias artesanais catarinenses Lohn e Random/drei Adler para fazer uma cerveja, ao mesmo tempo, equilibrada, extrema e única. Usa lúpulo inglês, maltes nacionais e leva a adição de funghi secchi e cumarú, ingredientes inusitados que se combinam numa cerveja encorpada e complexa, com toques de madeira e baunilha. Uma cerveja que aguenta bem a guarda!”

Estilo: Imperial Stout

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico:9,5% ABV

Olho
Negra, turva, boa espuma

Nariz
Terra, torra, chocolate, café, baunilha

Boca:Encorpada, aveludada, torrado, café, chocolate, terroso, leve dulçor

Ingredientes: Água, malte, candy sugar, funghi secchi, cumarú, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos intensos/maturados, sobremesas à base de chocolate/banana, crème brûlée

Indicação do sommelier de cervejas: Trufas de chocolate

Temperatura de Serviço: 4 a 8° C

Origem: Brasil

Comprar


Copo Don’t Touch My Beer

Dica do sommelier de cervejas:

“O copo Don’t Touch My Beer da coleção exclusiva The Beer Planet é uma moderna taça Lager, com elegantes linhas retas que vão se estreitando até embaixo. Esse formato tradicional serve para manter a espessura do colarinho durante o tempo em que você está degustando sua cerveja. É que a largura onde a espuma se acomoda vai diminuindo à medida em que você bebe, para que a altura se mantenha sempre a mesma, ajudando a preservar a temperatura da cerveja e evitando que ela tenha contato com o oxigênio externo.”

 

https://www.thebeerplanet.com.br/clube-de-cervejas-especiais-the-beer-planet#utm_source=blogthebeerplanet.com.br&utm_medium=post&utm_campaign=ClubeJaneiro

5 tipos de cervejas especiais que você precisa experimentar

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

 

Tipos de cervejas

Às vezes estamos afim de tomar uma cerveja, mas com tantos estilos, rótulos e descrições convidativas, a cabeça dá um nó e a gente não sabe por onde começar. 

Não se preocupe! Vamos te ajudar a transformar essa busca em uma experiência interessante, indicando 5 tipos de cervejas que você precisa experimentar com o objetivo de satisfazer o seu paladar:

tipos de cervejas

Pilsen

Não as confunda com Lager, que é o nome que se dá à família de cervejas de baixa fermentação.

Dentro desse grupo estão as Pilsen, Dunkel, Bock, Schwarzbier, entre outras.

As cervejas do tipo Pilsen são douradas, brilhantes, com amargor e teor alcoólico baixos; têm corpo leve e são refrescantes e versáteis, podendo ser ótima companhia para praticamente qualquer ocasião.

O estilo foi criado na cidade de Pils, na República Tcheca, em 1842, mas com passar do tempo, algumas variações da Pilsen original foram criadas em regiões diferentes, com leves diferenças no paladar, mas sempre seguindo estas características de ser um cerveja leve e fácil de beber.

Alguns ótimos exemplos de cervejas especiais do tipo Pilsen e suas variações são: Czechvar, Bernard Celebration , Weihenstephaner Pils , HB Original  e a Imigração Export .

 

Hefeweizen ou Hefeweissbier

Popularmente chamadas de Weiss ou Weizen, são as cervejas de trigo de origem alemã e as mais consumidas na região da Bavária, onde não é incomum ver um alemão degustando essas cervejas em pleno café da manhã.

Apresentam uma espuma densa e são geralmente turvas por não serem filtradas por isso passam por aquele famoso ritual ao serem servidas no copo Weizen 

Também são refrescantes e apresentam aromas e sabores que remetem à banana e cravo. Você não pode deixar de experimentar essas aqui: Weihenstephaner Hefeweissbier, Memminger Weizen,  Bierland Weizen, e Jacobinus Hefe-Weizen.

 

Witbier

Os belgas também têm suas cervejas de trigo, também chamadas de White Beer (Cerveja Branca), por apresentarem coloração amarelo palha e serem turvas (não filtradas).

Mas a principal diferença delas para as cervejas de trigo do tipo alemãs, é a adição de casca de laranja e sementes de coentro em suas receitas.

Esses ingredientes trazem aromas e sabores cítricos e condimentados para este tipo de cerveja, que são complementados pelas notas frutadas características do fermento belga.

Elas são leves, super-refrescantes e ótimas pedidas para os dias de calor do nosso Verão.

Se você ainda não experimentou esse tipo de cerveja, vale a pena correr atrás de alguns exemplares, como estes: Vedett Extra White, Blanche de Bruxelles , Sud Witbier  e Leuven Witbier The Witch.

 

India Pale Ale (IPA)

As famosas IPAs são cervejas com paladar mais voltado às características do lúpulo, ou seja, são geralmente mais amargas e fazem legiões de fãs pelo mundo, os chamados “Lupulomaníacos.”

Existe hoje uma grande variação de IPAs no mercado. As mais tradicionais são as American IPA e as English IPA. A principal diferença delas está no perfil dos lúpulos utilizados.

A Stone IPA , a Lohn IPA, a Shepherd Neame India Pale Ale  e a Punk IPA  são excelentes exemplares para você provar.

Stout

Estilo nascido no Reino Unido, com características predominantes dos maltes torrados, cor preta e paladar que remete a chocolate, café e cacau.

Existem também diversos tipos de Stouts no mercado.

Se você estiver iniciando sua jornada no mundo cervejeiro, prove primeiro uma Dry Stout, mais leve e seca, com sua famosa representante Guinness Draught , ou a Young’s London Stout.

Agora se você busca uma cerveja mais complexa, encorpada e alcoólica, experimente as Imperial Stouts, como a Schornstein Stout ou a Brooklyn Black Chocolate Stout.

 

Experimente e escolha o tipo de cerveja especial que mais combina com você ou com a ocasião que você estiver.

Em nossa loja virtual você encontra cervejas desses e de outras dezenas de estilos para se aventurar.

 

Comece 2018 com cervejas incríveis!

Olá, beernauta!

Seu ano cervejeiro não podia começar melhor. Juntamos uma seleção que vai refrescar o calor do verão com muito sabor. Uma deliciosa cerveja de trigo com gengibre muito saborosa e refrescante. Uma espetacular Premium Lager alemã muito equilibrada, leve, refrescante e aromática. Uma session IPA mineira muito fácil de beber, exuberante no aroma e com uma generosa carga de lúpulo. Uma Golden Ale de Piracicaba de inspiração belga de grande sabor e com um divertido rótulo em realidade aumentada. E uma Tropical Stout intensa, cheia de sabores torrados, muito cremosa, suave e elegante. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha
Sommelier de cervejas

Clube Janeiro


 

Barco Thai Weiss 600ml

 

Clube janeiro
BARCO THAI WEISS 600ML

“A cerveja artesanal gaúcha Barco Thai Weiss é o fruto do segundo lançamento da série All Day Series da cervejaria. Foram buscar na Tailândia a inspiração para produzir esta cerveja de trigo com adição de gengibre. Uma deliciosa Weiss bastante aromática e refrescante, que utiliza lúpulos tchecos e alemães!”

Estilo: German Weizen

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 5,3% ABV

Olho: Dourada, turva, boa espuma

Nariz: Cítrico, especiarias, cravo, gengibre, banana


Boca: Refrescante, banana, tutti frutti, notas cítrica, cravo, especiarias

Ingredientes: Água, malte de trigo, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Frutos do mar, peixes pouco gordurosos, saladas, culinária Tailandês e japonesa

Indicação do sommelier de cervejas: Curry vermelho com frango

Temperatura de Serviço: 5 a 7º C

Origem: Brasil

Comprar


Stammgast Lager Lata 500ml

Clube Janeiro
STAMMGAST LAGER LATA 500ML

“A Stammgast Lager é uma Premium Lager alemã leve e refrescante. De coloração dourada com leve turbidez, apresenta notas de mel, pão, floral e herbal. O paladar é ligeiramente adocicado, em perfeito equilíbrio com suave amargor, que é menos pronunciado que uma típica Pilsen alemã. A lata permite preservar todo o seu sabor e é muito prática para o verão porque você pode gelar rápido e levar para todo lugar!”

Estilo: Premium Lager

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico 5,0% ABV

Olho:Dourada, levemente turva, espuma mediana

Nariz: Pão, mel, floral, herbal

Boca: Leve, refrescante, adocicada, baixo amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos leves, saladas, grão de bico, frango grelhado, peixes, frutos do mar, quiche de queijo, salame, pizza margherita, pastel de queijo ou camarão

Indicação do sommelier de cervejas Salada caprese (tomate fresco, mozzarella de búfala e folhas de manjericão)

Temperatura de Serviço: 3 a 5º C

Origem: Alemanha

Comprar


Küd Cretin Hop Session IPA 600ml

Clube Janeiro
Küd Cretin Hop Session IPA 600ml

“A cerveja artesanal mineira Küd Cretin Hop é uma Session IPA criada especialmente para celebrar o verão brasileiro porque oferece uma experiência refrescante, lupulada e com teor alcoólico moderado, sem perder o perfil aromático exuberante de uma IPA tradicional. Traz ao nariz, uma combinação de lúpulos que é potencializada pelo duplo Dry Hopping. Leve, muito fácil de beber e perfeita para curtir os dias quentes de verão!”

Estilo: Session IPA

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 4,1% ABV

Olho: Dourada, levemente turva, espuma média

Nariz: Frutada, cítrica, laranja, leve caramelo

Boca: Lupulada, cítrico, malte, final adocicado

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Guacamole, gorgonzola, frutos do mar, hambúrguer.

Indicação do sommelier de cervejas: Hambúrguer com gorgonzola

Temperatura de Serviço: 3 a 6° C

Origem: Brasil

Comprar


Leuven Golden Ale King 600ml

Clube Janeiro
LEUVEN GOLDEN ALE KING 600ML

“A cerveja Golden Ale King da cervejaria piracicabana Leuven tem sabores e aromas sutis predominantes e provenientes do malte, que remetem a mel, equilibrados pela presença leve do lúpulo no final do gole. É uma cerveja refrescante, com alto drinkability e traz em seu rótulo a figura de um rei medieval que pode ser visto pelo celular em Realidade Aumentada através do aplicativo da cervejaria!”

Estilo: Belgian Blond

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 5,5% ABV

Olho: Dourada, levemente turva, boa espuma

Nariz: Frutado, mel

Boca: Frutado, dulçor, amargor sutil, corpo médio

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização:Peixes grelhados, frutos do mar, quiche de queijo, ovos mexidos, saladas, comida japonesa, bolinho de bacalhau, queijos de média intensidade e torta de maçã ou banana com canela

Indicação do sommelier de cervejas: Apfelstrudel

Temperatura de Serviço: 5 a 7° C

Origem: BrasilComprar


CBB Ariranha 500ml

Clube Janeiro
CBB ARIRANHA 500ML

“A paulista CBB Ariranha se apresenta como uma Tropical Stout, cerveja artesanal intensa com forte presença de maltes torrados, que destacam notas de chocolate e café, embaladas por um dulçor marcante. Na boca, é cremosa, suave e muito elegante. Cada rótulo da marca traz uma espécie brasileira em risco de extinção e parte do faturamento ajuda projetos de conservação da biodiversidade brasileira!”

Estilo: Tropical Stout

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 5,8% ABV

Olho: Negra, turva, boa espuma

Nariz: Chocolate, café, amburana

Boca: Corpo médio, macia, torrado, café, chocolate, leve dulçor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos em geral, carnes grelhadas e sobremesas à base de chocolate e/ou frutas

Indicação do sommelier de cervejas: Tiramisù

Temperatura de Serviço: 6 a 8° C

Origem: Brasil

Comprar


Copo Caldereta Barco

Dica do sommelier de cervejas:

Clube Janeiro
Copo Caldereta Barco

“O copo caldereta é um dos mais utilizados nos bares especializados em cervejas artesanais. A origem dele vem do Boston Shaker, coqueteleira moderna que tem um copo de metal e outro de vidro. Uma inovação que nasceu da necessidade dos bartenders terem um copo resistente e prático para fazer drinques com mais rapidez. Por sua resistência, praticidade e a facilidade no serviço por conta das elegantes linhas retas, o copo de vidro da coqueteleira Boston Shaker começou a ser utilizado pelos bares para o serviço de chope e, consequentemente, cerveja de garrafa. Hoje, a caldereta substituiu o copo americano como o padrão no mundo das cervejas artesanais.”

https://www.thebeerplanet.com.br/clube-de-cervejas-especiais-the-beer-planet#utm_source=blogthebeerplanet.com.br&utm_medium=post&utm_campaign=ClubeJaneiro

 

 

Saiba mais sobre os estilos de cerveja em 5 minutos

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

Estilos de cerveja

Para começar sem deixar nada essencial para trás, é preciso saber o que são os estilos de cerveja e por que eles existem.
Como você deve saber, existem diversos tipos de cervejas diferentes, as mais adocicadas, mais lupuladas (amargas), mais escuras, defumadas, ácidas, etc. Os estilos de cerveja são uma forma de classificá-las de acordo com essas e outras características, como aparência, teor alcoólico, aromas, paladar, sensações de boca, ingredientes, fermentação, além da história e da cultura por trás de cada tipo de cerveja.
Dessa forma, consumidores e cervejeiros falam a mesma língua. Quando você chega em um bar e escolhe uma Stout ou uma Witbier, imediatamente você já imagina o que esperar da cerveja pedida, independente da marca. E isso facilita muito as nossas vidas.
Mas, você sabia que existem mais de 100 estilos de cervejas catalogados? E dois grandes guias são utilizados para classificar os tipos de cervejas: o Brewers Association Beer Style Guidelines, mais conhecido como BA; e o Beer Style Guidelines do Beer Judge Certification Program, também chamado de BJCP.
Estes guias são as referências mundiais em estilos de cervejas e são usados por cervejeiros para criar suas receitas e por juízes para julgar competições de cerveja. Mas aqui vamos facilitar sua vida passando pelos principais estilos de forma prática para que você conheça um pouco mais sobre eles.
As cervejas são divididas em famílias (Lager, Ale, Fermentação Espontânea e Híbridas) e origens, ou escolas cervejeiras (Alemanha, Reino Unido, Bélgica e Estados Unidos)

Lager

Cervejas de baixa fermentação, que em sua maioria são mais leves, com menor complexidade de sabores devido à fermentação ocorrer em baixas temperaturas. A coloração pode variar de um estilo para outro. Alguns dos principais estilos dentro da família das Lager são:

  • Pilsner/Pilsen: são cervejas douradas, brilhantes, com amargor e teor alcoólico baixos. Levam esse nome por serem originais da cidade de Pils na República Tcheca. A primeira Pilsen do mundo foi a Pilsner Urquell. Conforme a variação de intensidade e tipo de amargor, podem estar classificadas como Bohemian Pilsner, German Pils, Münchner Helles ou Dortmunder Export.
Estilos de cerveja
Münchner Helles (Bamberg Helles)
Estilos de cerveja
Dortmunder Export (Imigração Export)

 

 

 

 

 

 

 

Estilos de cerveja
German Pils (Wihenstephaner Pils)
Estilos de cerveja - Bernard Celebration
Bohemian Pilsner (Bernard Celebration)

 

 

 

 

 

 

 

  • Schwarzbier: são as Lager escuras, feitas com maltes torrados. A palavra “schwarzbier” significa “cerveja preta” em alemão. Possuem aromas e sabores que remetem ao chocolate, café, cacau e caramelo. Mas são diferentes das Stouts e Porters, pois não apresentam características frutadas, possuem corpo e teor alcoólico baixos e final seco.
Estilos de cerveja - Bamberg Schwarzbier
Bamberg Schwarzbier
Estilos de cerveja - Köstritzer Schwarzbier
Köstritzer Schwarzbier

 

 

 

 

 

 

  • Rauchbier: são cervejas que utilizam maltes defumados em suas receitas, trazendo aromas e sabores que lembram bacon e fumaça. Essas cervejas podem ser tanto Lager como Ale, pois dependem do estilo que foi utilizado como base. Por Exemplo: pode ser uma Helles Rauchbier ou uma Märzen Rauchbier, ambas Lager, ou ainda uma Weiss Rauchbier (cerveja de trigo da família das Ale, que leva malte defumado). Suas características de aparência e paladar vão ser influenciadas pelo estilo utilizado como base.

As Rauchbiers mais famosas do mundo são as alemãs da Schlenkerla.

Estilos de cerveja - Cervejas Aecht Schlenkerla
Cervejas Aecht Schlenkerla
  • Bock: são as cervejas alemãs de inverno, com teor alcoólico acima de 6,3% ABV, são mais maltadas e adocicadas. Sua coloração geralmente é castanha avermelhada, mas existem versões mais claras, as chamadas Heller Bock ou Maibock.

Existem ainda algumas variações mais potentes e complexas do estilo, como a Doppelbock, com teor alcoólico que pode chegar a 7,6% ABV e a Eisbock, que tradicionalmente eram fabricadas a partir do congelamento da Doppelbock para aumentar o teor alcoólico, que pode chegar a 14,3% ABV.

Estilos de cerveja - Bierbaum Bock
Heller Bock (Bierbaum Bock)
Estilos de cerveja - Schneider Weisse Aventinus
Eisbock (Schneider Weisse Aventinus)
Estilos de cerveja - Ayinger Celebrator
Doppelbock (Ayinger Celebrator)

Ale

São cervejas de alta fermentação, mais complexas que as Lager e na maioria dos estilos apresentam paladar frutado proveniente desse tipo de fabricação. Alguns dos principais estilos são:

  • Weizen/Weissbier: são as cervejas de trigo de origem alemã. Com boa espuma e paladar que lembra banana e cravo. Essas cervejas apresentam algumas variações, como: as Hefeweizen, turvas e não filtradas, são as mais comuns encontradas; as Kristal Weizen, límpidas e filtradas, são menos comuns; as Leichtes Weizen, com teor alcoólico reduzido, entre 2,5% e 3,5% ABV; as Bernsteinfarbenes e Dunkel Weizen, ambas têm colorações mais escuras que as tradicionais, pois levam maltes levemente tostados, trazendo essas características também ao paladar; e as Weizenbock e Weizendoppelbock: seguindo as características dos estilos Bock e Doppelbock, porém com a base de trigo e mais alcoólicas, remetendo a banana passa e especiarias.
Estilos de cerveja - Weihenstephaner Kristall Weissbier
Kristal Weizen (Weihenstephaner Kristall Weissbier)
Estilos de cerveja - Weihenstephaner Hefeweissbier
Hefeweizen (Weihenstephaner Hefeweissbier)

 

 

 

 

 

 

 

 

Estilos de cerveja - Weizenbock
Weizenbock (Weihenstephaner Vitus)
Estilos de cerveja - Erdinger Dunkel
Dunkel Weizen (Erdinger Dunkel)

 

 

 

 

 

 

 

  • India Pale Ale (IPA): as famosas IPAs são cervejas com paladar mais voltado às características do lúpulo, ou seja, são geralmente mais amargas. Existe hoje uma grande variação de IPAs no mercado. As mais tradicionais são as American IPA, que utilizam variedades americanas de lúpulo, com paladar cítrico, frutado, resinoso e floral; e as English IPA, que utilizam lúpulos ingleses, com características herbais, florais e terrosas. Existem ainda as American Black Ale ou India Black Ale, que são versões escuras do estilo, trazendo o paladar dos maltes torrados para a cerveja.
Estilos de cerveja - Everbrew Everblack
American Black Ale (Everbrew Everblack)
Estilos de cerveja - Stone IPA
American IPA (Stone IPA)

 

 

 

 

 

 

 

  • Stout: estilo nascido no Reino Unido, com características predominantes dos maltes torrados, cor preta, e paladar que remete a chocolate, café e cacau. Existem diversas variações, como a Dry Stout, mais leve, com sua famosa representante, a Sweet ou Cream Stout, que leva adição de lactose para aumentar o dulçor, a Oatmeal Stout, que leva aveia para dar um corpo aveludado à cerveja, a Export Stout, de paladar mais torrado e corpo alto, a American Stout, torrada e com características de lúpulos americanos, além das American e British Imperial Stout, que são mais encorpadas, complexas e alcoólicas.
Estilos de cerveja - Schornstein Stout
Imperial Stout (Schornstein Stout)
Estilos de cerveja - Export Stout (Dama Bier Stout)
Export Stout (Dama Bier Stout)
Estilos de cerveja - Cevada Pura Oatmeal Stout
Oatmeal Stout (Cevada Pura Oatmeal Stout)
Estilos de cerveja - Mikkeller Milk Stout
Sweet / Cream Stout (Mikkeller Milk Stout)
Estilos de cerveja - Guinness Draught
Dry Stout (Guinness Draught)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fermentação espontânea

São as cervejas que utilizam leveduras selvagens para sua fermentação em barris de madeira. Essas leveduras podem ser formadas naturalmente no meio ambiente onde as cervejas vão fermentar, ou ainda ser introduzidas pelo cervejeiro.

Os principais exemplos de cervejas dessa família são as Lambics e Gueuzes belgas.

  • Lambic: originais da região de Lambeek, na Bélgica, são cervejas ácidas, frutadas e complexas, de amargor praticamente imperceptível e final seco. Chegam a demorar vários anos para atingir seu estágio de maturação ideal para o paladar. Existem versões naturais, ou ainda com adição de frutas, a Fruit Lambic e também a versão com adição de açúcar, chamada Faro.
Estilos de cerveja - Liefmans Kriek Brut
Fruit Lambic (Liefmans Kriek Brut)
  • Gueuze: é uma mistura de Lambics de variadas idades (1, 2 e 3 anos, por exemplo). São mais complexas que as Lambics não blendadas.

Híbridas

São cervejas que utilizam diversos processos de fermentação (alta, baixa, espontânea). Não seguem um perfil padrão como as outras famílias, pois vai depender dos processos adotados por cada estilo. Exemplos:

  • California Common: são cervejas que utilizam levedura do tipo Lager, mas fermentam em temperaturas mais altas (usadas para Ale), assim, acabam adquirindo algumas características das cervejas do tipo Ale.
  • Wood and Barrel Aged Beers: cervejas que passam por barris de madeira durante o processo de fabricação (independente se for Lager ou Ale) sofrem uma segunda fermentação por leveduras selvagens dentro desses barris, aumentando a complexidade e ganhando características únicas.

Como já foi dito, existem muitos outros estilos den cerveja a serem explorados. O segredo é prestar atenção às características de sua cerveja e tentar enquadrá-la em algum dos estilos presentes nos guias.

Randy Mosher, cervejeiro americano muito influente e escritor de diversos livros sobre o assunto uma vez disse: “Conhecer e aprofundar-se sobre os estilos, nos faz mergulhar no amplo universo das cervejas, agregando conhecimento sobre história, países, culturas…”.

Mulheres e cerveja, uma dupla com milênios de história

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

Mulheres e cerveja

A cena cervejeira hoje está muito ligada aos homens barbudos, que vemos aos montes dentro das cervejarias e em festivais de cerveja. Mas nem sempre a história foi assim. Se não fosse pelas mulheres, talvez nosso líquido sagrado não seria o que é hoje.

A cerveja está sendo produzida por pelo menos 10 mil anos, e historicamente, na maioria das vezes, este campo foi dominado pelas mulheres. Na antiga Suméria, tudo que girava em torno do lar, como a limpeza e a preparação de alimentos e bebidas era papel da mulher.

Os homens estavam caçando e recolhendo madeira, enquanto a cerveja era feita por elas, em casa, e toda a família bebia – incluindo as crianças.

Além do alimento

Além de servirem como fonte de alimento, as cervejas fabricadas pelas mulheres da Suméria eram usadas para cerimônias religiosas. E essas cervejeiras desfrutavam de grande respeito, em parte também por serem vistas como sacerdotisas da reverenciada deusa da cerveja, Ninkasi.

Essa reverência pôde ser notada no Hymn to Ninkasi (Hino à Ninkasi), uma espécie de receita de cerveja em forma de música, escrita em uma tábua cuneiforme, por volta de 1800 a.C., que é a mais antiga receita da bebida escrita da história.

Como os seus predecessores, os babilônios mantiveram uma alta estima pelas mulheres, e alguns historiadores dizem que elas podem ter participado de um dos mais antigos negócios do mundo ao vender suas cervejas.

Um pouco mais de história 

Primeiro conjunto de leis escrito que se tem conhecimento – indicava que as mulheres eram donas das tavernas e vendiam as cervejas produzidas por elas mesmas.

mulheres e cerveja
Código de Hamurabi: conjunto de leis escritas por volta de 1772 a.C.

Os hieróglifos dessa época descrevem as mulheres fazendo cerveja e bebendo-as através de uma espécie de canudo. Essas cervejeiras desenvolveram esses objetos para atravessar a camada de “espuma” formada na fermentação que flutuava no topo da cerveja nas tinas de barro.

Em um primeiro momento, a fabricação de cervejas também era papel das mulheres nas casas egípcias. Mas os registros sugerem que, com o aumento das “fábricas de cerveja” no Egito, os homens as substituíram e essas foram deslocadas para papéis secundários.

Mais à frente na linha do tempo, uma lenda finlandesa conta que uma mulher chamada Kalevatar trouxe cerveja para a terra misturando mel com saliva de urso. E que os verdadeiros Vikings permitiam que apenas as mulheres produzissem a cerveja que alimentava suas conquistas.

Os primeiros europeus do norte adoravam suas deusas de cerveja como o antigo Oriente Médio o fez, e antes do segundo milênio d.C., a maioria das mulheres europeias bebiam cerveja.

Das mulheres germânicas que fabricavam cervejarias nas florestas para evitar os invasores romanos até as “alewives” inglesas que mantiveram suas tradições até a Revolução Industrial, as mulheres europeias alimentavam seus maridos e crianças com cervejas de baixo teor alcoólico e ricas em nutrientes, que eram mais potáveis do que a água.

Algumas cervejeiras empreendedoras produziam mais do que suas famílias precisavam e vendiam o excedente por uma miséria. Mas as mulheres casadas não possuíam status legal, e as mulheres solteiras possuíam pouco capital.

Essas dificuldades as deixou financeiramente e politicamente vulneráveis ​​e incapazes de acessar os desenvolvimentos econômicos e os avanços tecnológicos que gradualmente transformaram a Europa de uma sociedade agrária para uma comercial.

Os conventos alemães proporcionavam um abrigo raro para as mulheres solteiras florescerem como cervejeiras e botanistas. Neste contexto, St. Hildegard de Bingen se destacou e se tornou a primeira pessoa a recomendar publicamente o lúpulo como agente de cura, amargor e preservação; cerca de 500 anos antes da sociedade convencional ter tomado ciência.

Fora dos muros monásticos, os direitos das cervejeiras ficavam à mercê dos senhores feudais, da Igreja ou da classe mercante emergente – o qual, ou os quais, estivessem no domínio no local e no momento.

Durante a Peste Negra, com a morte de milhões de pessoas, houve uma falta de mão-de-obra e trabalhadores saudáveis ​​estavam em tal demanda que poderiam nomear seu preço. Com mais dinheiro, uma porcentagem significativa foi gasta em cerveja e mais tavernas se abriram.

Durante a Guerra dos Cem Anos entre Inglaterra e França (1337 a 1453), os soldados recebiam diariamente oito pints de cerveja. Essa demanda significava que um fornecimento seguro e confiável era necessário. As cervejeiras de casa não conseguiam fornecer cerveja suficiente. Era hora de produzir cerveja em larga escala (fábricas).

As mulheres não costumavam trabalhar fora da casa, e não lhes era permitido possuir sua própria propriedade. Elas também não podiam aceitar empréstimos bancários. Tudo isso significava que as mulheres não podiam possuir cervejarias.

As leis e a cerveja

As leis de pureza, como a Reinheitsgebot, regularizaram a fabricação de cervejas na Europa, mas também colocaram recursos de alto custo, como o lúpulo, fora do alcance das cervejeiras.

Os homens construíram cervejarias de larga produção e formaram redes de comércio internacional. Assim, a Lei e o Comércio manteve as mulheres fora de ambos.

À medida que a Idade das Trevas abriu caminho ao Renascimento e à Era da Exploração, as cervejeiras não estavam apenas perdendo sua relevância. Nessa época, em que até 200 mil mulheres foram processadas como bruxas, elas estavam perdendo a dignidade e também a vida.

Embora não se possa provar uma conexão, alguns historiadores veem semelhanças claras entre as cervejeiras da época e as ilustrações selecionadas para as propagandas anti-bruxas. Imagens de caldeiras espumando, vassouras (que eram penduradas fora da porta para indicar a disponibilidade de cerveja), gatos (para perseguir e afastar ratos das produções) e chapéus pontudos (para serem vistos acima da multidão no mercado) permanecem até hoje.

Devido a todos esses empecilhos, por volta de 1700, as mulheres europeias já tinham quase que interrompido totalmente a fabricação de suas cervejas.

Já nos séculos XIX e XX, a figura da mulher associada à cerveja foi se direcionando para um caminho totalmente diferente do início dos tempos, quando elas eram sinônimo de expertise no assunto.

UNITED STATES – JANUARY 01: End Of Prohibition : Woman On Beer Barrels In 1933 (Photo by Keystone-France/Gamma-Keystone via Getty Images)

E hoje em dia?

Algumas pressões sociais vem ajudando a mudar esse quadro positivamente nos últimos anos, principalmente com a diminuição da objetificação da imagem feminina em propagandas de cervejas. Além disso, cada vez mais, as mulheres atuais se interessam pelo mundo que lhes foi tomado, e mostram para os barbudos que as cervejarias e o mercado de cervejas também é espaço delas.

A diferença entre homens e mulheres atuando no segmento ainda é grande. Mas já temos exemplos de muitas mulheres que se destacam neste mercado e fazem um trabalho excepcional.

Seu Natal vai ser ainda mais incrível com essas cervejas!

Olá, beernauta!

Para encerrar o ano com chave de ouro, nossos especialistas em cerveja trouxeram na  seleção de dezembro rótulos espetaculares. Uma deliciosa cerveja sazonal alemã especial de Natal. Uma Munich Helles brasileira feita na medida para acabar com a sua sede no verão. Uma surpreendente American IPA holandesa saborosíssima. Uma Belgian Ale feita por uma das mais tradicionais cervejarias inglesas em parceria com o vocalista da banda Iron Maiden. E uma Porter brasileira sazonal cheia de aromas e paladares, Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

 

José Raimundo Padilha

Sommelier de cervejas

Assine o Clube - Seleção de dezembro


Erdinger Schneeweisse 500ml

Seleção de Dezembro
Cerveja Erdinger Schneeweisse 500ml

“A alemã Erdinger Schneeweisse é uma cerveja sazonal feita especialmente para as festas do fim de ano. Passa por longa maturação, apresenta coloração alaranjada, aroma cítrico e paladar condimentado. Seu teor alcoólico é ligeiramente maior do que a tradicional Erdinger Weissbier e usa uma levedura diferente. Está disponível somente entre os meses de novembro e fevereiro!”

Estilo: German Weizen

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 5,6% ABV

Olho: Âmbar alaranjado, turva, boa espuma

Nariz: Cravo, cereais, cítrico

Boca: Macia, refrescante, frutada, picante, baixo amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo, levedura

Harmonização: Ceasar salad, camarão frito, caranguejo, atum, truta, peixe frito, lagosta, frango assado, lombo defumado, salsicha e linguiça de porco, comida mexicana e chinesa, torta de limão.

Indicação do sommelier de cervejas: Casquinha de siri

Temperatura de Serviço: 5 a 7º C

Origem: Alemanha

Comprar - Seleção de dezembro


Walfänger Helles 500ml

Seleção de Dezembro
Cerveja Walfänger Helles 500ml

“A cerveja Walfänger Helles apresenta coloração dourada clara e uma refrescância incrível, com corpo médio, baixo amargor e caráter maltado mais destacado, que lembra miolo de pão. Uma Lager clássica da escola alemã, de final seco e com boa formação de espuma. Equilibra o dulçor do malte com o amargor do lúpulo, sendo ótima companhia para pratos mais leves e delicados!”

Estilo: Munich Helles

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 4,3% ABV

Olho: Dourado, boa espuma

Nariz: Grão, miolo de pão, herbal, floral

Boca: Refrescante, leve, amargor moderado, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Petiscos fritos, frutos do mar, embutidos, pizzas marguerita e mussarela, caviar, falafel

Indicação do sommelier de cervejas Bolinho de bacalhau

Temperatura de Serviço: 5 a 7º C

Origem: Brasil

Seleção de dezembro


De Molen Vuur & Vlam 330ml

Seleção de Dezembro
Cerveja De Molen Vuur & Vlam 330ml

“A cerveja holandesa De Molen Vuur & Vlam apresenta cor âmbar clara com reflexos alaranjados, excelente formação e retenção de espuma, translúcida e com perfeito equilíbrio dos lúpulos, trazendo uma explosão de frutas cítricas como laranja, limão, maracujá e manga. O malte bem destacado traz notas de frutas em calda, perfeitamente equilibradas com o frutado e o amargor do lúpulo!”

Estilo: American IPA

Amargor: Alto

Teor Alcoólico: 6,2% ABV

Olho: Âmbar, boa espuma

Nariz: Cítrica, frutada, leve caramelo

Boca: lupulada, cítrico, malte, adocicado

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Guacamole, gorgonzola, frutos do mar, hambúrguer.

Indicação do sommelier de cervejas: Hambúrguer com gorgonzola

Temperatura de Serviço: 5 a 7° C

Origem: Holanda

Seleção de dezembro


Trooper Hallowed 500ml

Seleção de Dezembro
Cerveja Trooper Iron Maiden Hallowed Colecionável 330ml

“A recém lançada britânica Trooper Hallowed é a quarta cerveja feita em parceria entre a tradicional cervejaria britânica Robinsons e o vocalista da banda Iron Maiden, Bruce Dickinson, que desde 2013 já vendeu mais de 15 milhões de litros. Dessa vez, utilizando levedura belga, que confere uma complexidade única de aroma e paladar. O rótulo homenageia a escola belga, trazendo o famoso mascote da banda, Eddie, com roupas de monge!”

Estilo: Belgian Ale

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 6,0% ABV

Olho: âmbar avermelhado, brilhante, boa espuma

Nariz: frutado, picante, terroso

Boca: corpo médio, banana, tâmara, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Carpaccio, chucrute, codorna, coelho, frango assado, homus, lasanha, massa à bolonhesa, salsichas

Indicação do sommelier de cervejas: Coelho à caçarola

Temperatura de Serviço: 6 a 8° C

Origem: Inglaterra

Seleção de dezembro


1824 Imigração Rye Porter 500ml

Seleção de dezembro
Cerveja Imigração Rye Porter 500ml

“A gaúcha 1824 Imigração Rye Porter é uma cerveja sazonal produzida em Campo Bom, que apresenta coloração de aparência levemente turva, colarinho persistente, aromas e sabores que remetem a chocolate, cappuccino, café e frutas escuras vindos da torrefação do malte. Na boca, a sensação é de corpo médio, leve amargor e cremosidade!”

Estilo: Rye Porter

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 5,0% ABV

Olho: Escura, turva, espuma persistente

Nariz: chocolate, cappuccino, café, frutas escuras

Boca: corpo médio, macia, leve amargor, cremosa

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos intensos, carnes grelhadas e sobremesas à base de chocolate e/ou frutas

Indicação do sommelier de cervejas: Torta de morango

Temperatura de Serviço: 5 a 12° C

Origem: Brasil

Seleção de dezembro


Copo Erdinger Weiss 500ml

Copo Erdinger - Seleção de Dezembro

“O Copo Erdinger Weiss é um tradicional copo para degustação de cervejas de trigo típicas da Bavária, região onde foram criadas. Sua elegante forma alongada, que se abre em uma boca de bojo largo para abrigar a espuma generosa das cervejas do estilo ajuda na visualização de seu líquido turvo característico das cervejas não filtradas. A boca, por sua vez, ajuda na retenção dos aromas intensos, facilitando a sua inalação. Por fim, a forma anatômica permite que o copo fique mais seguro na mão enquanto bebemos.”

Seleção de dezembro

Seleção de dezembro

Especial: as 10 cervejas mais vendidas e apreciadas da The Beer Planet

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

Que a loja virtual da The Beer Planet tem centenas de opções de rótulos de cervejas, kits, copos e acessórios cervejeiros, você já sabe! Mas você conhece quais são as cervejas mais vendidas e que mais fazem sucesso dentro dessa variedade toda? Então confere aí essa seleção fantástica e um pouco das características e curiosidades das 10 cervejas mais vendidas e apreciadas da The Beer Planet:

 

10 cervejas mais vendidas
Weihenstephaner Hefeweissbier 500ml

Estlio: Weizen

Origem: Alemanha

Teor Alcoólico: 5,4% ABV

Uma fábrica que produz cervejas desde 1040 definitivamente sabe o que está fazendo, não é mesmo? A única resposta possível para essa pergunta é: com certeza!

A Weihenstephaner é a cervejaria mais antiga ainda em atividade no mundo e, com quase 1000 anos de história aliando tradição e inovação, é sinônimo de excelência na produção de cervejas de estilos alemães.

A premiadíssima Weiheinstephaner Hefeweissbier é prova disso, uma cerveja de trigo de coloração amarelo-ouro, espuma cremosa e duradoura, aromas e sabores que remetem a banana e cravo. É uma cerveja encorpada, de alta carbonatação, que traz a refrescância e a história das cervejas alemãs a cada gole.

Dá pra ver que não foi à toa que ela foi a escolhida para abrir a nossa lista de cervejas mais vendidas e apreciadas!

10 cervejas mais vendidas
Ampolis Biritis do Mussum 600ml

Estilo: Vienna Lager

Origem: Brasil

Teor Alcoólico: 4,8% ABV

Essa cerveja é pura irreverência sem deixar de lado a qualidade. Idealizada como forma de homenagem ao humorista Mussum, este foi o primeiro rótulo lançado pela Brassaria Ampolis, em 2013. E eles já acertaram de primeira!

Uma bela Vienna Lager de coloração avermelhada com notas tostadas que remetem a toffee e caramelo, com amargor suave e refrescante. Tem alto drinkability e representa muito bem a alegria de viver do saudoso Mussum.

O lema aqui é: mais Biritis e menos “frescuris”!

10 cervejas mais vendidas
Trooper Iron Maiden Colecionável 330ml

Estilo: English Pale Ale

Origem: Inglaterra

Teor Alcoólico: 4,7% ABV

A já consagrada cerveja Trooper da banda britânica Iron Maiden, criada pelo seu vocalista, Bruce Dickinson junto à cervejaria Robinsons’, ganhou uma versão digna de colecionador!

Sua tampa traz a estampa do Eddie na versão do single Wasted Years, do lendário álbum Somewhere in Time de 1986. O rótulo também é novo, com visual marcante e metalizado.

Já a cerveja é a mesma English Pale Ale já conhecida, com notas frutadas e de toffee, além do amargor assertivo em destaque, remetendo a frutas cítricas, principalmente limão.

Cerveja e Rock n’Roll sempre formaram um belo par!

10 cervejas mais vendidas
Adnams Ghost Ship Lata 440ml

Estilo: Special Bitter

Origem: Inglaterra

Teor Alcoólico: 4,5% ABV

A Adnams Ghost Ship faz referência a um antigo Pub da marca, o The Bell, que tem a fama de ser mal-assombrado e traz em seu rótulo um Navio Fantasma (Ghost Ship, em inglês).

É uma cerveja produzida na Inglaterra, porém com a utilização de uma variedade de lúpulos americanos, incluindo o Citra, que proporciona deliciosos aromas de frutas cítricas para essa cerveja.

De coloração âmbar e alto drinkability, é um verdadeiro sucesso de vendas da nossa loja virtual.

10 cervejas mais vendidas
Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrub Barrilete 5L

Estilo: Weizen

Origem: Alemanha

Teor Alcoólico: 5,5% ABV

A Paulaner Hefe-Weissbier Naturtrub é mais uma clássica cerveja alemã presente em nossa lista de mais vendidas e apreciadas. E sem dúvida está aqui por merecimento.

Considerada uma das melhores cervejas de trigo do mundo, ela apresenta coloração âmbar com turbidez, pois não é filtrada. No aroma possui as notas de cravo e banana tradicionais do estilo, com paladar levemente adocicado e de baixo amargor.

O revolucionário barril de 5 litros permite que a cerveja seja servida sob pressão, com a cremosidade de um chopp além de vir no tamanho ideal para compartilhar com os amigos.

10 cervejas mais vendidas
Dogma Hop Lover Imperial IPA Lata 350ml

Estilo: Imperial IPA

Origem: Brasil

Teor Alcoólico: 8,5% ABV

Esta Imperial IPA clássica da Dogma agora envasada na tradicional latinha de 350ml já é um sucesso entre os amantes de lúpulo.

Com amargor de 90 IBU muito bem equilibrado por sua base maltada e caramelizada, leva os lúpulos americanos Amarillo, Citra e Simcoe, com Dry-Hopping de Citra e Simcoe, que trazem para o conjunto sabores e aromas de frutas tropicais e cítricas em elevada intensidade.

Seus 8,5% de teor alcoólico são muito bem inseridos nesse conjunto. De corpo médio e final com amargor persistente e assertivo.

10 cervejas mais vendidas
Schornstein Imperial IPA Lata 473ml

Estilo: Imperial IPA

Origem: Brasil

Teor Alcoólico: 8,5% ABV

Seguindo com mais uma bela representante brasileira do estilo Imperial IPA, também envasada em lata, que mantém de forma mais eficaz o frescor das cervejas com características mais voltadas ao lúpulo.

Essa cerveja leva uma generosa carga de lúpulos americanos e ingleses, que preenchem o ambiente com seus aromas frutados e cítricos. Na boca, o sabor é complexo e o amargor persistente, porém limpo e com final seco.

A Imperial IPA da Schornstein já nasceu levando Medalha de Ouro no Festival Brasileiro de Cervejas de Blumenau de 2017.

10 cervejas mais vendidas
ACDC Lata 568ml

Estilo: German Pils

Origem: Alemanha

Teor Alcoólico: 5,0% ABV

 

A cerveja AC/DC é German Pils para os amantes do Rock! Produzida na Alemanha, pela Karlsberg Brauerei segundo a Lei de Pureza de 1516 e o Manifesto Rock n’Roll de 1973, em homenagem à banda de Heavy Metal australiana AC/DC.

Apresenta coloração dourada, aroma floral, corpo leve e sabor refrescante. Sua lata, de 568ml, é ainda maior que as que vemos normalmente por aqui (de 473ml), pois é um formato comum na Austrália.

É o tamanho ideal para matar a sua sede depois de curtir muito Rock n’Roll!

10 cervejas mais vendidas
Delirium Tremens Barrilete 5L

Estilo: Belgian Golden Strong Ale

Origem: Bélgica

Teor Alcoólico: 8,5% ABV

A Delirium Tremens é uma das referências mundiais do estilo Belgian Golden Strong Ale e a marca de cerveja artesanal belga mais famosa do mundo, com seu elefantinho rosa presente em todo lugar.

Sua personalidade peculiar e sabor único resultam do uso de três variedades diferentes de leveduras. É dourada, frisante, de colarinho cremoso, com marcantes notas frutadas, cítricas e florais, além de um toque picante de especiarias e amargor intenso, mas muito bem equilibrado.

Toda essa complexidade e perfeição dentro de um barrilete de 5 litros para você dividir com os amigos. E ele é tão bonito, que depois você ainda pode usá-lo como peça decorativa.

10 cervejas mais vendidas
Deus 750ml

Estilo: Bière Brut

Origem: Bélgica

Teor Alcoólico: 11,5% ABV

Para fechar a nossa lista das cervejas mais vendidas e apreciadas com chave de ouro, a cultuadíssima Deus Brut des Flandres!

Essa foi a primeira cerveja do mundo produzida pelo método de original de Champenoise (utilizado para fabricação de Champagne). Sua produção se inicia na Bélgica e é finalizada na própria região de Champagne, na França.

É frisante, delicada e ao mesmo tempo complexa e sofisticada. Apresenta notas frutadas, condimentadas e herbais, além de um suave dulçor que equilibra seu elevado teor alcoólico.

É a cerveja perfeita para celebrar e servir em ocasiões especiais.


Você já provou algum dos rótulos dessa lista de cervejas mais vendidas e apreciadas da The Beer Planet? Não perca tempo! Em nossa loja virtual você encontra esses e outras centenas de rótulos, kits e acessórios cervejeiros esperando por você.