O que é a Lei da Pureza? O The Beer Planet responde!

A escola cervejeira alemã é uma das mais cultuadas no mundo, sendo na maioria das vezes a primeira que conhecemos. Para os alemães a cerveja sempre foi levada muito a sério, sendo considerada um produto alimentício, e não uma bebida alcoólica com intuito recreativo. Por isso, provavelmente você já ouviu falar na Lei da Pureza Alemã de 1516, também conhecida como Reinheitsgebot. Uns a defendem, outros nem tanto, mas o fato é que este assunto é comum entre os cervejeiros. Você sabe exatamente o que é e o motivo dela ter sido decretada? O The Beer Planet vai te contar tudo o que você precisa saber para ficar por dentro do assunto!

A lei foi promulgada por Guilherme IV, duque da Baviera, no dia 23 de abril de 1516, determinando que as cervejas só poderiam ser produzidas a partir de água, malte de cevada e lúpulo. Naquela época ainda não se conhecia o processo de fermentação, e por isso a levedura não consta na lei original. Mais tarde, com o estudo da microbiologia iniciado por Louis Pasteur no fim do século XIX, o levedo passou a fazer parte da Lei da Pureza. O decreto também regulava questões mercadológicas, como o preço praticado na venda da cerveja. Quem desrespeitasse o negligenciasse as determinações da província seria punido pelas autoridades, tendo seus barris confiscados.

Agora, antes de saber o porquê de existir uma lei restringindo a produção de cerveja, é importante entender o que exatamente é a bebida. Pode ser considerada cerveja qualquer bebida fermentada a partir de cereais, que são fontes de carboidrato, podendo ter adição de outros açúcares como frutas e mel, por exemplo. Para equilibrar o dulçor e conferir sabores diferenciados, eram utilizados diversos ingredientes como cascas de árvore, tubérculos, legumes, cogumelos, bile de boi e condimentos como o “Gruit”, uma mistura de temperos e ervas. Como a cerveja podia ser produzida com diferentes matérias primas, era comum que os cervejeiros de cada região utilizassem insumos locais, e por vezes esse “Gruit” podia conter ervas tóxicas e alucinógenas em sua mistura, oferecendo diversos riscos à saúde.

Por isso, foi criado um primeiro decreto chamado Justitia Civitantis Augustecis em 1156 pelo imperador Barbarossa, em Augsburg, que regulava a qualidade final da cerveja, mas não o processo de produção. Qualquer taverneiro que servisse cerveja de má qualidade estava sujeito a pagar multa e ter seu estoque confiscado. Posteriormente, em 1447 foi feito o primeiro esboço da Lei da Pureza na cidade de Munique, que substituía o uso do mix de ervas pelo lúpulo, oferecendo segurança na produção e agindo como conservante natural, além de possuir ação calmante e amargor desejável na cerveja. Foi restringido também ao uso de malte de cevada, pois outros cereais usados como trigo, aveia e centeio estavam encarecendo o preço do pão, devido à sua escassez.

Até que em 1516 foi promulgada a Reinheitsgebot, que foi adotada em toda a Alemanha com a unificação do estado, em 1906. Esta foi a primeira lei do mundo que regula a produção de um alimento, encontrando-se em vigor até hoje com o intuito de prezar pela qualidade, porém agora se estendendo ao uso de malte de trigo. Apesar dessa lei limitar a variedade do produto, é possível criar centenas de variações de estilo apenas combinando diferentes tipos de malte, lúpulo e levedura, resultando em cervejas com diferenças na coloração, turbidez, textura, carbonatação, aroma, paladar e sabor. Mesmo sem adição de outros ingredientes, é possível obter notas de chocolate e café com o uso de maltes torrados, ou de caramelo com malte tostado, de banana e cravo a partir da levedura, de frutas cítricas provenientes do lúpulo… A variedade é bem extensa. Clicando aqui você encontra as melhores cervejas alemãs do mundo.

Lei da pureza
Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516.

Em 2016 a lei completou 500 anos, e a cervejaria catarinense Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516. No Brasil, a legislação permite a substituição de até 45% do malte de cevada por qualquer outro carboidrato, já que outras fontes de amido como milho e arroz podem tornar as cervejas mais leves e com menor custo, o que é desejável nas cervejas populares. Mas as cervejas artesanais nacionais também são puro malte, com qualidade para alemão algum botar defeito! Porém muitas não seguem a Lei da Pureza, já que nós brasileiros produzimos cervejas que seguem todas as escolas cervejeiras, sendo comum a adição de frutas como na Sour e Fruit Beer, casca de laranja e semente de coentro na Witbier, aveia e cacau numa Stout ou centeio numa Rye IPA, por exemplo. Somos adeptos à diversidade de estilos, sabores, aromas e insumos.

Desde as que seguem a Reinheitsgebot até as mais ousadas, no The Beer Planet todas as cervejas são puro malte. Escolha as que você mais gosta, adquira pelo site e receba em sua casa!

CLUBE DE ABRIL TRAZ NOVIDADES GAÚCHAS E ALEMÃS PARA ALEGRAR SUA TAÇA!

Olá, beernauta!

Este mês desembarcam no clube quatro novidades deliciosas! Uma Premium Lager fácil de beber, que resgata a história cervejeira do Rio Grande do Sul. Uma autêntica Hefeweizen alemã que traz muito aroma, sabor e equilíbrio. Um lançamento recente da gaúcha pioneira na fabricação de cervejas artesanais, que está fazendo sua primeira IPA. E uma Doppelbock feita por uma pequena cervejaria familiar alemã que foi eleita em 2013 a melhor do mundo em seu estilo. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha
Sommelier de cervejas

 

Seleção abril
Gazapina Pilsen 600ml

Gazapina Pilsen 600ml

Dica do sommelier de cervejas:
“A cerveja artesanal gaúcha Gazapina Pilsen é uma deliciosa Premium Lager leve, refrescante e muito fácil de beber. Faz parte da família de cervejas que está revitalizando a marca que escreveu parte da história cervejeira do Rio Grande do Sul. Fundada em 1908 por imigrantes italianos e símbolo de tradição em boa cervejas no sul do país, a Gazapina está de volta com novos estilos que estão emocionando quem tinha uma ligação com a sua história e aqueles que apreciam uma excelente cerveja! Apresenta coloração dourada clara com sabor delicado, leve, refrescante e boa formação de espuma, equilibrando no sabor a doçura do malte com o suave amargor do lúpulo!”

Estilo: Premium Lager

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 4,0% ABV

Olho: Amarelo claro, cristalina, boa espuma

Nariz: Miolo de pão, frescor, floral

Boca: Leve, refrescante, equilibrada, baixo amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos frescos, pratos e petiscos leves, batata frita, saladas, peixes brancos, camarão, comida japonesa, pizza marguerita.

Indicação do sommelier de cervejas: Pastéis de queijo.

Temperatura de Serviço: 3 a 5º

Origem: Brasil

seleção abril
Stammgast Hefeweizen 500ml

Stammgast Hefeweizen 500ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal alemã Stammgast Hefeweizen é uma excelente representante do estilo German Weizen, que nasceu na Bavária, sul da Alemanha. De sabor bem equilibrado e complexo, apresenta intenso aroma frutado vindo da levedura, com toques cítricos e notas marcantes de banana, sabor de cravo discreto e elegante final seco, de deliciosa acidez e suavemente picante, muito fácil de beber!”

Estilo: German Weizen

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 5,0% ABV

Olho: Amarelo dourado, turva, boa espuma

Nariz: Frutado, adocicado, banana, cítrico, especiarias

Boca: Refrescante, frutada, cítrica, leve acidez, cravo, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo e levedura.

Harmonização: Brie, camembert, saladas, peixes, petiscos suaves, frutos do mar, quiche e omelete de queijo, salsichas e sobremesas à base de banana ou maçã.

Indicação do sommelier de cervejas: Mix de salsichas alemãs.

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

Origem: Alemanha

Seleção abril
DaDo Bier IPA 600ml

DaDo Bier IPA 600ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal DaDo Bier IPA é uma American India Pale Ale produzida no Rio Grande do Sul e lançada recentemente por uma das pioneiras do movimento das cervejarias artesanais no Brasil. Apresenta cor dourada alaranjada, levemente turva, de colarinho com boa permanência na taça. No nariz, traz notas herbais e florais do lúpulo, com notas cítricas intensas que remetem a maracujá, mas equilibradas pelo aroma de biscoito, pão e caramelo vindo do malte. Na boca, é tostada, herbal e muito equilibrada entre o amargor do lúpulo e o dulçor caramelado do malte, com sensacional final cítrico e seco! Excelente IPA!”

Estilo: American IPA

Amargor: Alto

Teor Alcoólico: 6,2% ABV

Olho: Dourada alaranjada, turva, boa espuma

Nariz: Frutada, cítrica, herbal, floral, caramelo, biscoito, maracujá

Boca: Corpo médio, equilibrada, tostado, herbal, cítrico, caramelo, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos intensos (cheddar, gorgonzola), carnes vermelhas, comida mexicana, falafel, hambúrguer, pizza de calabresa.

Indicação do sommelier de cervejas: Arroz de pato.

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

Origem: Brasil

linha-para-blog

Seleção abril
Riegele Speziator Doppelbock 500ml

Riegele Speziator Doppelbock 500ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal alemã Riegele Speziator Doppelbock é uma obra de arte feita pela mais tradicional cervejaria familiar de Augsburg e eleita a Melhor Doppelbock do Mundo em 2013 pelo European Beer Star. De coloração escura, colarinho alto, encorpada na boca e teor alcoólico deliciosamente perceptível no aroma e no paladar. Traz para a taça forte característica de maltes tostados com notas de centeio, nozes, toffe e caramelo, deixando um saboroso residual após sua degustação! Excelente oportunidade de conhecer um dos mais tradicionais estilos da escola alemã produzida por um autêntica família bávara!”

Estilo: Doppelbock

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 7,5% ABV

Olho: Castanho escuro, turva, boa espuma

Nariz: Tostado, centeio, toffe, caramelo

Boca: Encorpada, tostado, caramelo, final longo

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos parmezão, grana padano, pecorino, presunto crú, foie gras, nozes, porco, javali, cassoulet, feijoada, lentilha, goulash, massa ao molho bechamel ou carbonara, ossobuco, pato, pimentão recheado, bacon, rabada, veado, crème brulée, chocolate.

Indicação do sommelier de cervejas: Risoto de grana padano.

Temperatura de Serviço: 8 a 12°

Origem: Alemanha

linha-para-blog

Assine agora, clique aqui. E faça parte do melhor clube de cervejas do Brasil! Como sócio você tem vantagens exclusivas e descontos de até 40% para compras no site www.thebeerplanet.com.br.

Aprenda a fazer Frühstück: delicioso drink de café da manhã com cerveja de trigo

As cervejas de trigo são extremamente versáteis e possuem grande utilização na gastronomia. São boas com comidas leves, como saldas e queijos mais suaves, e servem como coadjuvantes em drinks excelentes e refrescantes. Este é o caso deste drink de café da manhã que usa cerveja de trigo e suco de laranja: o Frühstück.

Tchecos, russos, alemães e outros povos consomem bebidas alcoólicas desde que acordam, antes mesmo de pegar no batente.

Não estamos sugerindo que você faça isso, apenas dando uma opção para um brunch de final de semana, por exemplo.

O Frühstück, como é conhecido, quer dizer café da manhã em alemão. É preparado com suco de laranja e cerveja de trigo.

Com este drink dá para adotar o hábito germânico de uma vez ou outra acrescentar uma bela cerveja à suas manhãs.

Do ponto de vista da combinação, às características da weizenbier, como refrescância, leveza, dulçor e acidez suave, somam-se os atributos do suco de laranja, como corpo, acidez marcante e dulçor equilibrado.

A cerveja corta a acidez da laranja, que corta o amargor da cerveja, e o gás deixa o drink deliciosamente frisante.

Frühstück: modo de preparo

  1. Encha o copo com 60% de suco de laranja
  2. Complete com 40% de cerveja de trigo

Perfeito para acompanhar o ócio restaurador e indolente das manhãs de fim de semana.

Conheça outras cervejas de trigo para preparar o seu Frühstück, clicando aqui.

Novidade na loja: Bamberg Alt, cerveja no estilo Altbier

bamberg-alt-AltbierA cerveja Bamberg Alt tem o estilo alemão Altbier – um estilo original da região do Rio Reno, nas vizinhanças de Dusseldorf e Colônia.

Alt quer dizer “antigo” ou “velho” e se refere ao método com o qual a cerveja é feita: alta fermentação.

O estilo Altbier combina características de alta e baixa fermentação. A cerveja é fermentada no limite inferior da temperatura de alta fermentação e maturada por um período maior, como nas lagers.

É um estilo à beira da extinção, fabricado em poucas cervejarias em todo o mundo.

A Bamberg é a única que faz Altbier no Brasil e vem ganhando prêmios internacionais com esta cerveja. O último foi o European Beer Star 2013, em novembro passado.

Apresenta aromas e sabores complexos, indo muito bem com carne vermelha e comida bem condimentada, gordurosa ou apimentada!

Conheça mais, aqui.

Conheça outras cervejas da Bamberg, aqui.

O Natal está chegando: conheça a Anchor Christmas Ale!

Anchor Christmas Ale é a cerveja que veio para complementar sua ceia natalina.

Fazer cervejas especiais para comemorar o Natal é uma tradição que vem de longa data. Começou no tempo em que a Alemanha era católica e os monges das abadias belgas começaram a fazer cerveja.

Hoje, este hábito se difundiu por todo o mundo. Podemos encontrar cervejas natalinas em todas as partes do mundo onde se faz boas cervejas. São cervejas comemorativas de Natal, de personalidade totalmente gourmet, para as festas de fim de ano.

Anchor Christmas Ale_packNos Estados Unidos, este costume está presente com a Anchor Christmas Ale. A cerveja de Natal é produzida todos os anos desde 1975 pela cervejaria artesanal mais antiga da Califórnia, a Anchor Brewing. Uma das mais famosas cervejarias americanas.

Cada edição tem uma receita diferente e um rótulo feito especialmente para aquele ano. A única característica que perdura é uma árvore de Natal, sempre desenhada por um ilustrador, que escolhe uma nova espécie de pinheiro.

A Anchor Christmas Ale também é conhecida como Our Special Ale.

A edição de 2012 é uma cerveja de cor escura avermelhada. Os aromas e sabores condimentados remetem às frutas cristalizadas. Já o final seco a torna excelente para acompanhar os pratos típicos da ceia.

Se você ainda não experimentou uma autêntica cerveja de natal autêntica, não perca a chance de incluir um 6-pack dela na sua lista de presentes para o Papai Noel. Com certeza você não vai se arrepender!

Assista ao comercial de lançamento da Anchor Christmas Ale de 2011:

Saiba mais sobre esta cerveja clicando aqui.

Quer conhecer todos os rótulos da Anchor Christmas Ale desde 1975? Clique aqui.

Conheça também as outras cervejas da californiana Anchor Brewing: aqui.

 

Novidade na loja: cervejaria Bamberg, a mais premiada do Brasil

A Cervejaria Bamberg é a mais premiada do Brasil nos últimos 2 anos.

Sem falar dos prêmios internacionais, que fazem da cervejaria Bamberg uma mais premiadas do mundo.

Os estilos feitos pela cervejaria Bamberg são todos alemães. Uma paixão do cervejeiro e dono da Bamberg, o engenheiro de alimentos e sommelier de cervejas Alexandre Bazzo. Alexandre toca a cervejaria com sua esposa Janaína Bazzo, também engenheira de alimentos e sommelier de cervejas.

cervejaria bamberg

Os dois fazem cervejas regulares e sazonais, sempre com base nos estilos alemães. A marca possue um dos maiores portfólios de cervejas do país.

Cidadão honorário da cidadezinha alemã de Bamberg, que empresta o nome para a cervejaria e fica no estado da Bavária, Alexandre Bazzo considera a cidade onde está localizada sua cervejaria, Votorantim, nos arredores de Sorocaba, como a Francônia brasileira.

Seu foco em fazer cervejas de estilo alemão tem fundamento em dois fatores. O primeiro, é que os alemães são muito rigorosos tecnicamente, produzindo cervejas perfeitas. O segundo, é que gostam de beber em grandes quantidades, por isso as cervejas precisam ser muito fáceis de beber.

Não é por menos que na Oktoberfest de Munique, o maior evento de cerveja do mundo, a caneca que caracteriza a festa é o tradicional mass, de 1 litro.

Recentemente, a cervejaria Bamberg importou da Alemanha um equipamento que é praticamente a Ferrari das cervejas: uma Kaspar Schulz.

cervejaria bamberg-equipamento

A partir deste ano, todas as cervejas da Bamberg são feitas neste equipamento, que foi fabricado sob medida para a Cervejaria Bamberg. Isso representa um marco histórico, um grande salto de qualidade para as micro cervejarias artesanais no Brasil.

Quer conhecer as cervejas Bamberg? Veja aqui.

Quer conhecer a caneca Mass da Bamberg? Clique aqui.

Chegou na nossa loja: Früh Kölsch

Früh Kölsch Garrafa 500ml

Früh Kölsch

As cervejas de tipo Kölsch são uma especialidade da região de Colônia na Alemanha. A Früh Kölsch  é uma das melhores representantes do gênero. Menos amarga que uma pilsen tradicional, é leve, refrescante e possui uma característica cor dourada.

Combina com pratos leves, como frutos do mar e culinária japonesa. Também vai bem com patês e petiscos fritos.

Fabricada pela cervejaria Cölner Hofbräu Früh desde 1904, com 4,8% de álcool, Früh Kölsch é comercializada em garrafas de 500ml e geralmente é consumida em copos cilíndricos ou tulipas.

Ela já está disponível na nossa loja e também faz parte do nosso clube da seleção de outubro/2013 em homenagem a Oktoberfest.

Abaixo um dos seus comerciais mais populares da Kölsch: