Passo a passo para degustar cerveja a dois – da decoração ao cardápio

Por Rodolfo Bosqueiro
@umami.sommelieria

Há alguns anos os brasileiros estão começando a aprender que cerveja não é só aquela bebida clara, quase sem aroma e que se deve beber estupidamente gelada e em grandes quantidades. O público está amadurecendo e está percebendo que as cervejas artesanais podem proporcionar experiências muito mais ricas aos nossos sentidos, proporcionando diferentes aromas, sabores, texturas e cores. E, para explorar todas essas sensações de maneira ainda mais agradável, nada melhor que dividir este momento com alguém especial. Degustar cerveja a dois é um evento que pode variar entre o divertido e o romântico de um rótulo para o outro.

E por falar em rótulos, diante da diversidade de cervejas que hoje podemos encontrar por aqui, por um lado ficou muito mais fácil e atrativo experimentar diferentes estilos de cervejas, e por outro ficou mais difícil de decidir ou escolher, dentre inúmeras opções, quais seriam as melhores cervejas para uma noite de degustação a dois. E essa tarefa se torna um pouco mais complicada quando você quer adicionar petiscos ou comidas que harmonizem com essas cervejas.

Mas estamos aqui para descomplicar! Então montamos um passo a passo para você que quer organizar aquela degustação de cervejas a dois incrível – desde a decoração até o cardápio – cheia de surpresas agradáveis e sem muito esforço.

O passo-a-passo

As primeiras coisas a serem decididas são, sem dúvida, as estrelas do evento: as cervejas – e os petiscos caso decida fazer uma degustação harmonizada e elevar ainda mais o nível da sua noite! A quantidade de rótulos pode variar, mas de quatro a cinco é a quantidade ideal para uma experiência rica e prazerosa. Em uma degustação que envolve diferentes estilos de cerveja, sugerimos começar pelas mais leves, com menor teor alcoólico e menor amargor e ir avançando gradativamente para as cervejas mais potentes, de maior teor alcoólico, maior amargor e mais complexas; assim você não compromete seu paladar tomando cervejas mais acentuadas antes das de menor intensidade. É como comer um chocolate (doce e gorduroso) antes daquele cafezinho – o chocolate acaba modificando as percepções de sabor do café por ter uma intensidade muito alta.

A artesanal Da Mata Witbier é uma ótima opção para começar a degustar cerv; é leve, refrescante e suas notas cítricas de limão siciliano casam muito bem com um ceviche de tilápia.

Em seguida, a cerveja Bamberg München se encaixa perfeitamente no roteiro, com coloração marrom avermelhada e notas de caramelo e toffee acompanham de forma brilhante uma bela bruschetta de shimeji e shitake.

Subindo o nível na escala de amargor, o terceiro rótulo é a cerveja artesanal Sierra Nevada Pale Ale, um clássico americano com lúpulos cítricos e florais e amargor marcante e equilibrado. Harmonizada com mini tacos de frango picantes se transforma numa fantástica combinação gastronômica.

A penúltima degustação fica com a cerveja Daoravida Labirintite, uma Belgian Tripel, mais encorpada, complexa e alcoólica que as anteriores, com notas frutadas e condimentadas; combinada com ravióli de camarão ao molho pesto proporciona uma incrível explosão de sabores para o seu paladar.

Para fechar em grande estilo essa degustação de cervejas a dois, escolhemos a Brooklyn Black Chocolate Stout, de coloração negra, bastante encorpada e aveludada, com 10% de teor alcoólico, notas intensas de chocolate amargo e café, harmoniza de forma brilhante com um maravilhoso petit gateau. Na boca, você não vai saber onde termina o doce e começa a cerveja!

Definidas as cervejas e as possíveis harmonizações, é hora de pensar nos outros detalhes. A começar pelos copos. Como já sabemos, determinados copos de cerveja ajudam a preservar e ressaltar as características de cada estilo, como vimos no post Dica do Sommelier: Use sempre o copo adequado.

degustar cerveja
Use sempre o copo adequado para o estilo da cerveja.

Se você ainda não tem os copos adequados para degustar cerveja a dois, na nossa loja online você encontra uma grande variedade.

É importante que os copos de cerveja estejam sempre limpos, livres de odores e resíduos, que atrapalham na degustação e na percepção dos sabores e aromas de suas cervejas. As temperaturas em que as cervejas serão servidas também interferem nessa percepção. Por isso prefira temperaturas mais baixas (de 4º a 8º) para as cervejas leves; e mais altas (de 8º a 12º) para as mais complexas e potentes.

Antes de começar a degustar cerveja, evite consumir balas, chicletes e até mesmo café ou outros alimentos de sabor forte, pois eles também interferem no aroma e sabor das cervejas. Tome sempre um pouco de água e, se preferir, também coma um pedaço de pão entre uma cerveja e outra. Eles ajudam a limpar o paladar e prepara-lo para a próxima degustação.

Quanto à decoração, a cerveja é uma bebida bastante democrática, não há necessidade de montar uma mesa toda decorada para um banquete. A ocasião aceita desde ambientes mais descontraídos, como o sofá da sua casa e a mesinha de centro, até aquela meia luz ao som de um belo Blues para criar um clima mais romântico com o seu par.

Depois de seguir essas dicas e preparar uma noite incrível para degustar cerveja a dois, conta pra gente o que você e o seu par acharam dessa experiência.

10 estilos de cerveja e seus grandes exemplares brasileiros da atualidade

O mercado de cervejas artesanais no Brasil vem crescendo exponencialmente e nossos cervejeiros estão caprichando cada vez mais em suas receitas, o que deixa muito difícil a tomada de decisão diante de uma gôndola nos mercados, empórios e nas lojas on-line.
Pensando nisso, o The Beer Planet pediu a opinião de alguns Beer Sommeliers para tentar te dar uma pequena ajuda nessa hora. Levando em consideração que cada pessoa possui um paladar/gosto diferente, escolhemos dez estilos distintos e eles selecionaram um rótulo brasileiro de cada que mais chamaram a atenção nos últimos tempos.

cervejas brasileiras
Cerveja Avareza
Cervejaria: Mea Culpa

Estilo: American Lager
Uma cerveja leve e refrescante com um dos melhores custo-benefício do mercado. Com sua cor dourada intenso e uma bela formação de uma branquíssima espuma, os aromas de malte e lúpulo se completam perfeitamente.

cervejas brasileiras
Cerveja Da Mata Witbier
Cervejaria: Da Mata

Estilo: Witbier
Equilíbrio em favor da leveza, frase mais que justa para explicar o que você irá encontrar neste rótulo. Uma cerveja de cor palha e uma boa formação de espuma, apresenta um aroma cítrico com notas de limão siciliano e coentro. Na boca, uma bela harmonia entre sabores do malte de trigo e laranja com uma acidez equilibrada e baixo amargor. Levou medalha de bronze esse ano no Festival de Cerveja de Blumenau/SC.

cervejas brasileiras
Cerveja Roleta Russa APA
Cervejaria: Roleta Russa

Estilo: American Pale Ale
Produzida com duplo dry hopping, sendo o primeiro feito durante a fermentação e o segundo na maturação, conferindo um tiro de aroma lupulado! O resultado é uma cerveja especial de coloração âmbar, levemente turva por não ser filtrada, com notas intensas de frutas tropicais no aroma e no sabor.

cervejas brasileiras
Cerveja Thai
Cervejaria: Barco

Estilo: Weiss
Uma deliciosa Weiss bastante aromática e refrescante, que utiliza lúpulos tchecos e alemães, além de levar gengibre em sua receita. Uma cerveja perfeita para aqueles dias de calor, reunião com os amigos ou um belo rodízio de sushi.

cervejas brasileiras
Cerveja Evermont
Cervejaria: Everbrew

Estilo: New England IPA
Uma cerveja do estilo mais adorado pelos loucos por lúpulo do momento, com sua cor amarelo palha e turva. Apresenta um aroma de frutas (manga e maracujá) bem intenso. Na boca, um corpo aveludado devido a utilização de aveia na receita se mistura perfeitamente com o sabor de frutas e um amargor intenso, porém limpo e curto. Mas não se engane, aqui estão muito bem escondidos os seus 7,4% de teor alcoólico.

cervejas brasileiras
Cerveja Imperial IPA
Cervejaria: Schornstein

Estilo: Imperial IPA
Sua generosa carga de lúpulos americanos e ingleses fazem com que seus aromas preencham o ambiente, aumentando ainda mais a vontade de degustar essa maravilha. Na boca você encontrará um sabor complexo e um amargor presente e persistente, porém limpo e com final seco.

cervejas brasileiras
Cerveja Labirintite
Cervejaria: Daoravida

Estilo: Belgian Tripel
Com inspiração no estilo belga Tripel, é produzida com malte de trigo e candy sugar feito pelos próprios cervejeiros, além de malte de cevada e lúpulo. Apresenta rico aroma frutado, suavemente picante e com notas de banana. Na boca, tem corpo médio e final seco.

cervejas brasileiras
Sud Oatmeal Stout Cervejaria: Sud Birrificio

Estilo: Oatmeal Stout
Não foi à toa que essa cerveja acabou de ser eleita a Melhor Stout das Américas no South Beer Cup. Com aroma de cereais tostados suavemente e notas marcantes de café. Na boca inicia doce e complexa, trazendo notas de nozes e ameixas. Passa por amargor médio em perfeito equilíbrio com o dulçor dos maltes, culminando em um final seco.

cervejas brasileiras
Cerveja Bravo
Cervejaria: Backer – 3 Lobos

Estilo: Imperial Porter
Maturada 90 dias em barril de umburana e um com carga generosa de lúpulos americanos, resulta numa cerveja robusta, extremamente aromática e complexa. De cor negra, textura licorosa e aroma que reúne tostado, caramelo, herbal, chocolate, café, baunilha e defumado. No paladar, torrado e caramelo predominam, finalizando de forma deliciosamente seca.

cervejas brasileiras
Cerveja Lógica Absurda
Cervejaria: Tupiniquim

Estilo: Berliner Weisse
Uma cerveja de edição limitada que teve sua inspiração na obra Alice no País das Maravilhas. O resultado de um dry hopping e adição de framboesa e ameixa vermelha é uma cerveja artesanal com notas de frutas vermelhas, paladar frutado e agradável acidez.

E aí, qual desses rótulos você já degustou? Encontre estas cervejas e centenas de outras na loja do The Beer Planet e receba em casa!