O que é a Lei da Pureza? O The Beer Planet responde!

A escola cervejeira alemã é uma das mais cultuadas no mundo, sendo na maioria das vezes a primeira que conhecemos. Para os alemães a cerveja sempre foi levada muito a sério, sendo considerada um produto alimentício, e não uma bebida alcoólica com intuito recreativo. Por isso, provavelmente você já ouviu falar na Lei da Pureza Alemã de 1516, também conhecida como Reinheitsgebot. Uns a defendem, outros nem tanto, mas o fato é que este assunto é comum entre os cervejeiros. Você sabe exatamente o que é e o motivo dela ter sido decretada? O The Beer Planet vai te contar tudo o que você precisa saber para ficar por dentro do assunto!

A lei foi promulgada por Guilherme IV, duque da Baviera, no dia 23 de abril de 1516, determinando que as cervejas só poderiam ser produzidas a partir de água, malte de cevada e lúpulo. Naquela época ainda não se conhecia o processo de fermentação, e por isso a levedura não consta na lei original. Mais tarde, com o estudo da microbiologia iniciado por Louis Pasteur no fim do século XIX, o levedo passou a fazer parte da Lei da Pureza. O decreto também regulava questões mercadológicas, como o preço praticado na venda da cerveja. Quem desrespeitasse o negligenciasse as determinações da província seria punido pelas autoridades, tendo seus barris confiscados.

Agora, antes de saber o porquê de existir uma lei restringindo a produção de cerveja, é importante entender o que exatamente é a bebida. Pode ser considerada cerveja qualquer bebida fermentada a partir de cereais, que são fontes de carboidrato, podendo ter adição de outros açúcares como frutas e mel, por exemplo. Para equilibrar o dulçor e conferir sabores diferenciados, eram utilizados diversos ingredientes como cascas de árvore, tubérculos, legumes, cogumelos, bile de boi e condimentos como o “Gruit”, uma mistura de temperos e ervas. Como a cerveja podia ser produzida com diferentes matérias primas, era comum que os cervejeiros de cada região utilizassem insumos locais, e por vezes esse “Gruit” podia conter ervas tóxicas e alucinógenas em sua mistura, oferecendo diversos riscos à saúde.

Por isso, foi criado um primeiro decreto chamado Justitia Civitantis Augustecis em 1156 pelo imperador Barbarossa, em Augsburg, que regulava a qualidade final da cerveja, mas não o processo de produção. Qualquer taverneiro que servisse cerveja de má qualidade estava sujeito a pagar multa e ter seu estoque confiscado. Posteriormente, em 1447 foi feito o primeiro esboço da Lei da Pureza na cidade de Munique, que substituía o uso do mix de ervas pelo lúpulo, oferecendo segurança na produção e agindo como conservante natural, além de possuir ação calmante e amargor desejável na cerveja. Foi restringido também ao uso de malte de cevada, pois outros cereais usados como trigo, aveia e centeio estavam encarecendo o preço do pão, devido à sua escassez.

Até que em 1516 foi promulgada a Reinheitsgebot, que foi adotada em toda a Alemanha com a unificação do estado, em 1906. Esta foi a primeira lei do mundo que regula a produção de um alimento, encontrando-se em vigor até hoje com o intuito de prezar pela qualidade, porém agora se estendendo ao uso de malte de trigo. Apesar dessa lei limitar a variedade do produto, é possível criar centenas de variações de estilo apenas combinando diferentes tipos de malte, lúpulo e levedura, resultando em cervejas com diferenças na coloração, turbidez, textura, carbonatação, aroma, paladar e sabor. Mesmo sem adição de outros ingredientes, é possível obter notas de chocolate e café com o uso de maltes torrados, ou de caramelo com malte tostado, de banana e cravo a partir da levedura, de frutas cítricas provenientes do lúpulo… A variedade é bem extensa. Clicando aqui você encontra as melhores cervejas alemãs do mundo.

Lei da pureza
Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516.

Em 2016 a lei completou 500 anos, e a cervejaria catarinense Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516. No Brasil, a legislação permite a substituição de até 45% do malte de cevada por qualquer outro carboidrato, já que outras fontes de amido como milho e arroz podem tornar as cervejas mais leves e com menor custo, o que é desejável nas cervejas populares. Mas as cervejas artesanais nacionais também são puro malte, com qualidade para alemão algum botar defeito! Porém muitas não seguem a Lei da Pureza, já que nós brasileiros produzimos cervejas que seguem todas as escolas cervejeiras, sendo comum a adição de frutas como na Sour e Fruit Beer, casca de laranja e semente de coentro na Witbier, aveia e cacau numa Stout ou centeio numa Rye IPA, por exemplo. Somos adeptos à diversidade de estilos, sabores, aromas e insumos.

Desde as que seguem a Reinheitsgebot até as mais ousadas, no The Beer Planet todas as cervejas são puro malte. Escolha as que você mais gosta, adquira pelo site e receba em sua casa!

Conheça as 3 datas cervejeiras de agosto para você comemorar!

Você sabia que Agosto é um dos meses mais cervejeiros do ano? Para você se preparar para essas três datas cervejeiras, e o The Beer Planet vai te dar as dicas de como aproveitar cada uma. Abra uma cerveja e vem com a gente!

  • International IPA Day: 3 de agosto

cervejeiras de agosto
International IPA Day: 3 de agosto

O estilo India Pale Ale, tão adorado pelos lupulomaníacos, tem um dia só dele. A já conhecida versão brasileira desse evento acontece em novembro, em Ribeirão Preto/SP. Mas a data oficial é comemorada internacionalmente na primeira quinta-feira de agosto, caindo neste ano no dia 3.

O International IPA Day foi criado em 2011 nos Estados Unidos, já que os americanos são aficionados por lúpulo, o ingrediente da cerveja responsável pelo amargor, que aparece em destaque nas IPAs. Este estilo nasceu na Escola Inglesa, mas foram os americanos que revolucionaram a India Pale Ale, aumentando a carga de amargor e utilizando variedades locais de lúpulos aromáticos, conferindo as deliciosas notas frutadas e cítricas.

A festa mais amarga do mundo é comemorada em todo o Brasil em diversos bares e cervejarias, mas você também pode participar da sua casa, garantindo suas garrafas e latas da nossa seleção de IPAs. Toda variedade do estilo preferido dos Hopheads está valendo:
American, English, Belgian, Session, Imperial, Brett, Black, White, West Coast e New England IPA.

  • Dia da Cerveja Belga: 4 de agosto

cervejeiras de agosto
Dia da Cerveja Belga: 4 de agosto

Já se você prefere cervejas onde o malte e a levedura se destacam, saiba que também existe um dia para celebrar as cervejas belgas. O Dia da Cerveja Belga em 2017 cai no dia 4 de agosto, pois é comemorado na primeira sexta-feira desse mês.

Neste ano temos um motivo especial para festejar a data: a cerveja belga entrou para a seleta lista de Patrimônios Imateriais da Humanidade da Unesco! Essa conquista era de se esperar, já que a Escola Belga possui mais de 1.500 variedades de cervejas, com tradição centenária e muita criatividade.

Não é tão comum encontrar eventos nesta data quanto no IPA Day, mas nas confrarias online, os cervejeiros brindam com seus lindos cálices. Vai ficar de fora? Confira nossa seleção de cervejas belgas e escolha a sua! Já que estamos no inverno, recomendamos as mais alcoólicas, como as Belgian Strong Ales.

  • Dia Internacional da Cerveja: 4 de agosto

cervejeiras de agosto
Dia Internacional da Cerveja: 4 de agosto

E para fechar as datas cervejeiras, não se esqueça da primeira sexta de agosto, quando é celebrado o Dia Internacional da Cerveja. Então além das belgas, você pode brindar com sua cerveja favorita. Pode ser Weizen, Stout, Sour, Fruit Beer, APA, Pilsen, Bock, Helles… Seja qual for seu estilo preferido, você encontra na loja The Beer Planet.

Assim como o International IPA Day, o Dia Internacional da Cerveja foi criado nos Estados Unidos, em 2007 na Califórnia. Neste ano a data completa 10 anos, o que é mais um motivo para não passar em branco.

Os três propósitos declarados são: estar com amigos para saborear a cerveja; celebrar aqueles que fabricam e os que servem a cerveja; e ter o sentido de união mundial com outros comemoradores, com cervejas de todas as nações e culturas. Então, convide seus amigos para degustar rótulos nacionais e importados com você!


Para brindar essas datas cervejeiras com a gente, marque o @thebeerplanet nas redes sociais e use hashtags de confrarias online, como #comandocervejeiro, #bpcervejeiro, #horadogole e #confraria27, além das próprias marcações dos eventos, como #ipaday.

Refresque o seu verão com picolés de cerveja

O verão pegou fogo e as duas melhores formas de se refrescar são cerveja e picolé. E se você juntasse os dois e fizesse um delicioso e refrescante picolé de cerveja?
Fazer picolés de cerveja são uma diversão perfeita para os adultos. Você pode brincar com combinações de sabores usando frutas (limão, morango, laranja, uva, frutas vermelhas, maracujá) e temperos (manjericão, hortelã, pimenta) ou usar somente uma boa cerveja artesanal.

Certifique-se apenas de manter os picolés de cervejas bem marcados e longe do alcance das crianças. Se você costuma fazer picolés para a criançada, deixe os palitos comuns para os adultos e faça divertidos palitos coloridos ou marcados com desenhos para os pequenos.

Experimente fazer os picolés com cervejas ricas em lúpulo ou frutas cítricas, que dão um toque azedinho adocicado que é delicioso. Esta é uma receita que dá para fazer com uma cerveja bem lupulada porque não é preciso cozinhar. Experimente com as suas Ales favoritas e aproveite que você tem pela frente um verão cheio de churrascos na casa dos amigos para ir testando qual cerveja rende um picolé mais gostoso.

Picolé de cerveja

PICOLÉ DE PALE ALE COM LIMÃO

INGREDIENTES:
1/3 xícara de suco de limão espremido fresco (cerca de 4 ou 5 limões grandes)
1/4 de xícara de açúcar
1 xícara de Pale Ale

MODO DE PREPARO:
Misture tudo em uma jarra ou copo medidor com bico.
Mexa até que o açúcar se dissolva.
Despeje em formas próprias para picolé e congele por 6 horas.
Desenforme sob água quente até que os picolés se soltem.

Agora que você sabe como fazer e viu que é muito fácil, saiba onde comprar cervejas que vão render picolés deliciosos, aqui.

Fonte: thebeeroness.com