Uma seleção sensacional de cervejas incríveis!

Olá, beernauta!

Nossos especialistas em cerveja trouxeram para você o que existe de melhor no planeta em uma seleção sensacional. Uma legítima Oktoberfest de Munique para você comemorar a maior festa de cerveja do mundo. Ainda da Bavária, uma inusitada e deliciosa Oktoberfest de trigo. Uma produzida pela “Cervejaria do Ano” segundo o South Beer Cup. Uma das Imperial Stout mais cultuadas do mundo. E uma IPA também da Melhor Cervejaria do South Beer Cup. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha

Sommelier de cervejas


HB Oktoberfest 500ml

 Cerveja HB Oktoberfest 500ml

“Uma das mais tradicionais cervejarias da Alemanha desde 1589, a Hofbräu pertence à prefeitura de Munique e sempre foi a cerveja oficial da Corte Real Bávara. Foi a primeira cervejaria a produzir uma cerveja comemorativa para a Oktoberfest, criando assim seu estilo. De coloração dourada, a HB Oktoberfestbier é mais lupulada e alcoólica que suas outras cervejas, conferindo um complexo aromático fresco e amargor na medida certa!”

Estilo: Oktoberfest

Amargor:Moderado

Teor Alcoólico: 6,0% ABV

Olho: Dourada, cristalina, boa espuma

Nariz: Herbal, floral, miolo de pão, caramelo

Boca: Corpo médio, refrescante, leve amargor, final seco

Ingredientes:Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização:Embutidos, queijos suaves, aves, porco, batata gratinada, quiche de cebola, strudel de maçã

Indicação do sommelier de cervejas: Eisbein (joelho de porco bávaro) com chucrute

Temperatura de Serviço: 4 a 7º C

Origem: Alemanha

Botão comprar


Erdinger Weissbier Oktoberfest 500ml

Cerveja Erdinger Oktoberfest 500ml

“A cerveja Erdinger Weissbier Oktoberfest é bem refrescante, produzida especialmente para as comemorações da Oktoberfest, com teor alcoólico 0,4% a mais que a Erdinger tradicional. De coloração dourada escura, com seu típico visual turvo, sabor frutado e intenso, com aroma de especiarias. É refermentada na própria garrafa!”

Estilo: German Weizenbier

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico:5,7% ABV

Olho: Dourado escuro, boa espuma

Nariz: Frutado, banana, especiarias, cravo

Boca: Refrescante, baixo amargor, frutado, especiarias, cravo

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos frescos, frutos do mar, peixes grelhados, bolinho de bacalhau, saladas em geral, salaminho, salsichas alemãs

Indicação do sommelier de cervejas: Pastel de queijo

Temperatura de Serviço: 2 a 4º C

Origem: Alemanha

Botão comprar


Lohn Bier Laguna 355ml

Cerveja Lohn Laguna 355ml

“A premiada cerveja artesanal Lohn Bier Laguna é uma Belgian Blond Ale com adição de suco de butiá. Produzida no interior de Santa Catarina pela Melhor Cervejaria da América do Sul, segundo o júri do South Beer Cup, é aromática, com boa formação de espuma, de sabor marcante de malte com leve toque da fruta do butiá, que traz um agradável frescor de praia, e final seco. Uma legítima Golden Ale de sabor único!”

Estilo: Belgian Blond Ale

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 6,0% ABV

Olho: Âmbar, boa espuma

Nariz: Frutado, caramelo, biscoito, especiarias

Boca: Corpo superior, cítrica, final seco

Ingredientes: Água, malte, lúpulo, levedura e suco de butiá 

Harmonização:Saladas, quiche de queijo, frutos do mar, comida japonesa

Indicação do sommelier de cervejas: Macarrão ao frutos do mar

Temperatura de Serviço: 5 a 7° C

Origem: Brasil

Plano: Plutão / Espacial / Galáxias

Botão comprar


Founders KBS 355ml

 Cerveja Founders KBS 355ml

“Ranqueada com 100/100, a cultuadíssima cerveja artesanal norte americana Founders KBS é uma Imperial Stout produzida com uma enorme quantidade de café e chocolates, depois envelhecida por um ano em barris de carvalho que abrigaram whisky bourbon, para garantir um final com notas suaves de bourbon que fazem seu paladar delirar de prazer!”

Estilo: Russian Imperial Stout

Amargor: Alto

Teor Alcoólico:11,3% ABV

Olho: Preta, turva, ótima espuma

Nariz:Caramelo, madeira, bourbon, baunilha

Boca:Anis, torrado, café, chocolate amargo, final longo

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo, café, chocolate e levedura

Harmonização: Sobremesas à base de chocolate ou banana, crème brulée, panna cotta, sorvete, tarte tatin, torta de fruta (limão, framboesa, maçã, morango), torta de noz pecan, trufa de chocolate

Indicação do sommelier de cervejas: Bolo de chocolate molhado com rum ou whisky

Temperatura de Serviço: 12 a 14° C

Origem: EUA

Plano: Plutão / Espacial / GaláxiasBotão comprar


Lohn Bier IPA

Cerveja Lohn IPA 500ml

“A premiada Lohn Bier IPA (India Pale Ale) é produzida no interior de Santa Catarina pela Melhor Cervejaria da América do Sul, segundo o júri do South Beer Cup. Apresenta corpo médio, devido à carga generosa de malte usada para equilibrar a potência dos lúpulos ricamente frutados e

cítricos!”

Estilo: India Pale Ale (IPA)

Amargor: Alto

Teor Alcoólico: 5,8% ABV

Olho :Âmbar, boa espuma

Nariz:Frutado, cítrico, caramelo

Boca: Médio corpo, aveludada, caramelo, cítrico, amargor persistente

Ingredientes:Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização:Carne vermelha, comida mexicana, empanadas, falafel, homus, hambúrguer, pato au poivre, pimentão recheado, pizza calabresa, salmão.

Indicação do sommelier de cervejas: Hambúrguer com cheddar

Temperatura de Serviço: 5 a 8° C

Origem:Brasil

Botão comprar


Taça Founders KBS

Taça Founders KBS 350ml

“A taça da Foundes KBS é uma fusão entre uma tulipa belga e um snifter inglês, perfeita para ressaltar todas as características dessa cultuada Imperial Stout envelhecida em barris de carvalho que abrigaram whisky Bourbon. Tem bojo largo e arredondado para facilitar o acondicionamento da cerveja, paredes que se estreitam para proporcionar uma boa retenção dos aromas ricos e complexos, mas com boca ligeiramente aberta para facilitar a fluidez do líquido a cada gole.”

 

 

 

 

 

Por apenas R$ 15,00 mensais RECEBA UM COPO DIFERENTE TODOS OS MESES!

Botão comprar

 

 

O que é a Lei da Pureza? O The Beer Planet responde!

A escola cervejeira alemã é uma das mais cultuadas no mundo, sendo na maioria das vezes a primeira que conhecemos. Para os alemães a cerveja sempre foi levada muito a sério, sendo considerada um produto alimentício, e não uma bebida alcoólica com intuito recreativo. Por isso, provavelmente você já ouviu falar na Lei da Pureza Alemã de 1516, também conhecida como Reinheitsgebot. Uns a defendem, outros nem tanto, mas o fato é que este assunto é comum entre os cervejeiros. Você sabe exatamente o que é e o motivo dela ter sido decretada? O The Beer Planet vai te contar tudo o que você precisa saber para ficar por dentro do assunto!

A lei foi promulgada por Guilherme IV, duque da Baviera, no dia 23 de abril de 1516, determinando que as cervejas só poderiam ser produzidas a partir de água, malte de cevada e lúpulo. Naquela época ainda não se conhecia o processo de fermentação, e por isso a levedura não consta na lei original. Mais tarde, com o estudo da microbiologia iniciado por Louis Pasteur no fim do século XIX, o levedo passou a fazer parte da Lei da Pureza. O decreto também regulava questões mercadológicas, como o preço praticado na venda da cerveja. Quem desrespeitasse o negligenciasse as determinações da província seria punido pelas autoridades, tendo seus barris confiscados.

Agora, antes de saber o porquê de existir uma lei restringindo a produção de cerveja, é importante entender o que exatamente é a bebida. Pode ser considerada cerveja qualquer bebida fermentada a partir de cereais, que são fontes de carboidrato, podendo ter adição de outros açúcares como frutas e mel, por exemplo. Para equilibrar o dulçor e conferir sabores diferenciados, eram utilizados diversos ingredientes como cascas de árvore, tubérculos, legumes, cogumelos, bile de boi e condimentos como o “Gruit”, uma mistura de temperos e ervas. Como a cerveja podia ser produzida com diferentes matérias primas, era comum que os cervejeiros de cada região utilizassem insumos locais, e por vezes esse “Gruit” podia conter ervas tóxicas e alucinógenas em sua mistura, oferecendo diversos riscos à saúde.

Por isso, foi criado um primeiro decreto chamado Justitia Civitantis Augustecis em 1156 pelo imperador Barbarossa, em Augsburg, que regulava a qualidade final da cerveja, mas não o processo de produção. Qualquer taverneiro que servisse cerveja de má qualidade estava sujeito a pagar multa e ter seu estoque confiscado. Posteriormente, em 1447 foi feito o primeiro esboço da Lei da Pureza na cidade de Munique, que substituía o uso do mix de ervas pelo lúpulo, oferecendo segurança na produção e agindo como conservante natural, além de possuir ação calmante e amargor desejável na cerveja. Foi restringido também ao uso de malte de cevada, pois outros cereais usados como trigo, aveia e centeio estavam encarecendo o preço do pão, devido à sua escassez.

Até que em 1516 foi promulgada a Reinheitsgebot, que foi adotada em toda a Alemanha com a unificação do estado, em 1906. Esta foi a primeira lei do mundo que regula a produção de um alimento, encontrando-se em vigor até hoje com o intuito de prezar pela qualidade, porém agora se estendendo ao uso de malte de trigo. Apesar dessa lei limitar a variedade do produto, é possível criar centenas de variações de estilo apenas combinando diferentes tipos de malte, lúpulo e levedura, resultando em cervejas com diferenças na coloração, turbidez, textura, carbonatação, aroma, paladar e sabor. Mesmo sem adição de outros ingredientes, é possível obter notas de chocolate e café com o uso de maltes torrados, ou de caramelo com malte tostado, de banana e cravo a partir da levedura, de frutas cítricas provenientes do lúpulo… A variedade é bem extensa. Clicando aqui você encontra as melhores cervejas alemãs do mundo.

Lei da pureza
Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516.

Em 2016 a lei completou 500 anos, e a cervejaria catarinense Bierland lançou uma cerveja comemorativa chamada 1516. No Brasil, a legislação permite a substituição de até 45% do malte de cevada por qualquer outro carboidrato, já que outras fontes de amido como milho e arroz podem tornar as cervejas mais leves e com menor custo, o que é desejável nas cervejas populares. Mas as cervejas artesanais nacionais também são puro malte, com qualidade para alemão algum botar defeito! Porém muitas não seguem a Lei da Pureza, já que nós brasileiros produzimos cervejas que seguem todas as escolas cervejeiras, sendo comum a adição de frutas como na Sour e Fruit Beer, casca de laranja e semente de coentro na Witbier, aveia e cacau numa Stout ou centeio numa Rye IPA, por exemplo. Somos adeptos à diversidade de estilos, sabores, aromas e insumos.

Desde as que seguem a Reinheitsgebot até as mais ousadas, no The Beer Planet todas as cervejas são puro malte. Escolha as que você mais gosta, adquira pelo site e receba em sua casa!

10 estilos de cerveja e seus grandes exemplares brasileiros da atualidade

O mercado de cervejas artesanais no Brasil vem crescendo exponencialmente e nossos cervejeiros estão caprichando cada vez mais em suas receitas, o que deixa muito difícil a tomada de decisão diante de uma gôndola nos mercados, empórios e nas lojas on-line.
Pensando nisso, o The Beer Planet pediu a opinião de alguns Beer Sommeliers para tentar te dar uma pequena ajuda nessa hora. Levando em consideração que cada pessoa possui um paladar/gosto diferente, escolhemos dez estilos distintos e eles selecionaram um rótulo brasileiro de cada que mais chamaram a atenção nos últimos tempos.

cervejas brasileiras
Cerveja Avareza
Cervejaria: Mea Culpa

Estilo: American Lager
Uma cerveja leve e refrescante com um dos melhores custo-benefício do mercado. Com sua cor dourada intenso e uma bela formação de uma branquíssima espuma, os aromas de malte e lúpulo se completam perfeitamente.

cervejas brasileiras
Cerveja Da Mata Witbier
Cervejaria: Da Mata

Estilo: Witbier
Equilíbrio em favor da leveza, frase mais que justa para explicar o que você irá encontrar neste rótulo. Uma cerveja de cor palha e uma boa formação de espuma, apresenta um aroma cítrico com notas de limão siciliano e coentro. Na boca, uma bela harmonia entre sabores do malte de trigo e laranja com uma acidez equilibrada e baixo amargor. Levou medalha de bronze esse ano no Festival de Cerveja de Blumenau/SC.

cervejas brasileiras
Cerveja Roleta Russa APA
Cervejaria: Roleta Russa

Estilo: American Pale Ale
Produzida com duplo dry hopping, sendo o primeiro feito durante a fermentação e o segundo na maturação, conferindo um tiro de aroma lupulado! O resultado é uma cerveja especial de coloração âmbar, levemente turva por não ser filtrada, com notas intensas de frutas tropicais no aroma e no sabor.

cervejas brasileiras
Cerveja Thai
Cervejaria: Barco

Estilo: Weiss
Uma deliciosa Weiss bastante aromática e refrescante, que utiliza lúpulos tchecos e alemães, além de levar gengibre em sua receita. Uma cerveja perfeita para aqueles dias de calor, reunião com os amigos ou um belo rodízio de sushi.

cervejas brasileiras
Cerveja Evermont
Cervejaria: Everbrew

Estilo: New England IPA
Uma cerveja do estilo mais adorado pelos loucos por lúpulo do momento, com sua cor amarelo palha e turva. Apresenta um aroma de frutas (manga e maracujá) bem intenso. Na boca, um corpo aveludado devido a utilização de aveia na receita se mistura perfeitamente com o sabor de frutas e um amargor intenso, porém limpo e curto. Mas não se engane, aqui estão muito bem escondidos os seus 7,4% de teor alcoólico.

cervejas brasileiras
Cerveja Imperial IPA
Cervejaria: Schornstein

Estilo: Imperial IPA
Sua generosa carga de lúpulos americanos e ingleses fazem com que seus aromas preencham o ambiente, aumentando ainda mais a vontade de degustar essa maravilha. Na boca você encontrará um sabor complexo e um amargor presente e persistente, porém limpo e com final seco.

cervejas brasileiras
Cerveja Labirintite
Cervejaria: Daoravida

Estilo: Belgian Tripel
Com inspiração no estilo belga Tripel, é produzida com malte de trigo e candy sugar feito pelos próprios cervejeiros, além de malte de cevada e lúpulo. Apresenta rico aroma frutado, suavemente picante e com notas de banana. Na boca, tem corpo médio e final seco.

cervejas brasileiras
Sud Oatmeal Stout Cervejaria: Sud Birrificio

Estilo: Oatmeal Stout
Não foi à toa que essa cerveja acabou de ser eleita a Melhor Stout das Américas no South Beer Cup. Com aroma de cereais tostados suavemente e notas marcantes de café. Na boca inicia doce e complexa, trazendo notas de nozes e ameixas. Passa por amargor médio em perfeito equilíbrio com o dulçor dos maltes, culminando em um final seco.

cervejas brasileiras
Cerveja Bravo
Cervejaria: Backer – 3 Lobos

Estilo: Imperial Porter
Maturada 90 dias em barril de umburana e um com carga generosa de lúpulos americanos, resulta numa cerveja robusta, extremamente aromática e complexa. De cor negra, textura licorosa e aroma que reúne tostado, caramelo, herbal, chocolate, café, baunilha e defumado. No paladar, torrado e caramelo predominam, finalizando de forma deliciosamente seca.

cervejas brasileiras
Cerveja Lógica Absurda
Cervejaria: Tupiniquim

Estilo: Berliner Weisse
Uma cerveja de edição limitada que teve sua inspiração na obra Alice no País das Maravilhas. O resultado de um dry hopping e adição de framboesa e ameixa vermelha é uma cerveja artesanal com notas de frutas vermelhas, paladar frutado e agradável acidez.

E aí, qual desses rótulos você já degustou? Encontre estas cervejas e centenas de outras na loja do The Beer Planet e receba em casa!

CLUBE DE ABRIL TRAZ NOVIDADES GAÚCHAS E ALEMÃS PARA ALEGRAR SUA TAÇA!

Olá, beernauta!

Este mês desembarcam no clube quatro novidades deliciosas! Uma Premium Lager fácil de beber, que resgata a história cervejeira do Rio Grande do Sul. Uma autêntica Hefeweizen alemã que traz muito aroma, sabor e equilíbrio. Um lançamento recente da gaúcha pioneira na fabricação de cervejas artesanais, que está fazendo sua primeira IPA. E uma Doppelbock feita por uma pequena cervejaria familiar alemã que foi eleita em 2013 a melhor do mundo em seu estilo. Desejo a você uma degustação inesquecível! Se quiser entrar em contato, meu e-mail é padilha@thebeerplanet.com.br.

José Raimundo Padilha
Sommelier de cervejas

 

Seleção abril
Gazapina Pilsen 600ml

Gazapina Pilsen 600ml

Dica do sommelier de cervejas:
“A cerveja artesanal gaúcha Gazapina Pilsen é uma deliciosa Premium Lager leve, refrescante e muito fácil de beber. Faz parte da família de cervejas que está revitalizando a marca que escreveu parte da história cervejeira do Rio Grande do Sul. Fundada em 1908 por imigrantes italianos e símbolo de tradição em boa cervejas no sul do país, a Gazapina está de volta com novos estilos que estão emocionando quem tinha uma ligação com a sua história e aqueles que apreciam uma excelente cerveja! Apresenta coloração dourada clara com sabor delicado, leve, refrescante e boa formação de espuma, equilibrando no sabor a doçura do malte com o suave amargor do lúpulo!”

Estilo: Premium Lager

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 4,0% ABV

Olho: Amarelo claro, cristalina, boa espuma

Nariz: Miolo de pão, frescor, floral

Boca: Leve, refrescante, equilibrada, baixo amargor

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos frescos, pratos e petiscos leves, batata frita, saladas, peixes brancos, camarão, comida japonesa, pizza marguerita.

Indicação do sommelier de cervejas: Pastéis de queijo.

Temperatura de Serviço: 3 a 5º

Origem: Brasil

seleção abril
Stammgast Hefeweizen 500ml

Stammgast Hefeweizen 500ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal alemã Stammgast Hefeweizen é uma excelente representante do estilo German Weizen, que nasceu na Bavária, sul da Alemanha. De sabor bem equilibrado e complexo, apresenta intenso aroma frutado vindo da levedura, com toques cítricos e notas marcantes de banana, sabor de cravo discreto e elegante final seco, de deliciosa acidez e suavemente picante, muito fácil de beber!”

Estilo: German Weizen

Amargor: Baixo

Teor Alcoólico: 5,0% ABV

Olho: Amarelo dourado, turva, boa espuma

Nariz: Frutado, adocicado, banana, cítrico, especiarias

Boca: Refrescante, frutada, cítrica, leve acidez, cravo, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo e levedura.

Harmonização: Brie, camembert, saladas, peixes, petiscos suaves, frutos do mar, quiche e omelete de queijo, salsichas e sobremesas à base de banana ou maçã.

Indicação do sommelier de cervejas: Mix de salsichas alemãs.

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

Origem: Alemanha

Seleção abril
DaDo Bier IPA 600ml

DaDo Bier IPA 600ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal DaDo Bier IPA é uma American India Pale Ale produzida no Rio Grande do Sul e lançada recentemente por uma das pioneiras do movimento das cervejarias artesanais no Brasil. Apresenta cor dourada alaranjada, levemente turva, de colarinho com boa permanência na taça. No nariz, traz notas herbais e florais do lúpulo, com notas cítricas intensas que remetem a maracujá, mas equilibradas pelo aroma de biscoito, pão e caramelo vindo do malte. Na boca, é tostada, herbal e muito equilibrada entre o amargor do lúpulo e o dulçor caramelado do malte, com sensacional final cítrico e seco! Excelente IPA!”

Estilo: American IPA

Amargor: Alto

Teor Alcoólico: 6,2% ABV

Olho: Dourada alaranjada, turva, boa espuma

Nariz: Frutada, cítrica, herbal, floral, caramelo, biscoito, maracujá

Boca: Corpo médio, equilibrada, tostado, herbal, cítrico, caramelo, final seco

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos intensos (cheddar, gorgonzola), carnes vermelhas, comida mexicana, falafel, hambúrguer, pizza de calabresa.

Indicação do sommelier de cervejas: Arroz de pato.

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

Origem: Brasil

linha-para-blog

Seleção abril
Riegele Speziator Doppelbock 500ml

Riegele Speziator Doppelbock 500ml

Dica do sommelier de cervejas:

“A cerveja artesanal alemã Riegele Speziator Doppelbock é uma obra de arte feita pela mais tradicional cervejaria familiar de Augsburg e eleita a Melhor Doppelbock do Mundo em 2013 pelo European Beer Star. De coloração escura, colarinho alto, encorpada na boca e teor alcoólico deliciosamente perceptível no aroma e no paladar. Traz para a taça forte característica de maltes tostados com notas de centeio, nozes, toffe e caramelo, deixando um saboroso residual após sua degustação! Excelente oportunidade de conhecer um dos mais tradicionais estilos da escola alemã produzida por um autêntica família bávara!”

Estilo: Doppelbock

Amargor: Moderado

Teor Alcoólico: 7,5% ABV

Olho: Castanho escuro, turva, boa espuma

Nariz: Tostado, centeio, toffe, caramelo

Boca: Encorpada, tostado, caramelo, final longo

Ingredientes: Água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: Queijos parmezão, grana padano, pecorino, presunto crú, foie gras, nozes, porco, javali, cassoulet, feijoada, lentilha, goulash, massa ao molho bechamel ou carbonara, ossobuco, pato, pimentão recheado, bacon, rabada, veado, crème brulée, chocolate.

Indicação do sommelier de cervejas: Risoto de grana padano.

Temperatura de Serviço: 8 a 12°

Origem: Alemanha

linha-para-blog

Assine agora, clique aqui. E faça parte do melhor clube de cervejas do Brasil! Como sócio você tem vantagens exclusivas e descontos de até 40% para compras no site www.thebeerplanet.com.br.

Como servir uma cerveja de trigo corretamente

Cervejas de trigo

Nunca é demais lembrar como deve ser o serviço da cerveja de trigo. Em geral, as cervejas de trigo, sejam as alemãs Weizenbiers e Weissbiers ou as belgas Witbiers, apresentam líquido opaco (turvo) porque não são filtradas e os sedimentos resultantes da fermentação ficam em suspensão no líquido. É por este motivo, inclusive que os copos Weizen são alongados, para que a turbidez da cerveja, na maioria claras, possa ser apreciada através do vidro.

Para que o sedimento vá todo para o copo, deve-se interromper o serviço antes do fim da garrafa e agitar para que dissolva e seja servido junto com o final da cerveja.

Mas atenção, isso vale apenas para as cervejas de trigo especificamente. As Belgian Ales também apresentam sedimento no fundo da garrafa, mas neste caso deve ser dispensado, interrompendo o serviço a um dedinho do fundo, ou menos, pois este resíduo vindo da re-fermentação na garrafa, bastante comum nos estilos da escola belga, só deixa a cerveja mais amarga.

Agora que você sabe como servir corretamente uma cerveja de trigo, vamos à pratica!

 

Conheça mais cervejas de trigo, clicando aqui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dicas de cervejas para refrescar o seu verão.

Quando bate aquele calorão do verão, o seu corpo pede uma cerveja bem refrescante. Mas não é qualquer cerveja que é perfeita para essa época do ano. As melhores são as mais claras, mais leves e que ficam melhores quando servidas geladas. Porque descem pela garganta refrescando o corpo todo e dão uma sensação de alívio do calor! Para você combater os dias mais quentes com muito sabor selecionamos alguns estilos que agradam todo mundo quando o sol está ardendo no céu e o termômetro está subindo sem parar!

Refresque o verão com cerveja boa!

PILSEN

As Pilsen (ou Pilsner) são cervejas refrescantes por natureza. Leves e fáceis de beber, hidratam o corpo que é uma beleza. Cada gole que você bebe pede outro gole, o que faz dela uma das melhores opções para refrescar o seu verão.

Conheça cervejas do estilo Pilsen, clicando aqui.

LIGHT LAGER

As cervejas de baixa fermentação (Lager) são perfeitas para o verão. Especialmente, as mais leves e claras, de teor alcoólico menos elevado, que deixam as cervejas mais refrescantes e fáceis de beber.

Conheça cervejas do estilo Light Lager, clicando aqui.

CERVEJAS DE TRIGO

As cervejas de trigo são perfeitas para se refrescar no verão. Possuem baixo amargor e uma deliciosa acidez, que deixam a cerveja ainda mais refrescante e fácil de beber. Seus aromas e sabores frutados dão muito sabor à cerveja. Esse estilo surgiu na Bavária, a parte mais ao sul da Alemanha, onde faz muito calor no verão e por isso é o estilo adotado pelos alemães quando o tempo está quente!

Conheça cervejas de trigo, clicando aqui.

WITBIER

As Witbier são cervejas de trigo de origem belga, com um toque cítrico de fruta, que pode ser laranja, limão ou taperebá, o que faz delas uma das melhores opções para enfrentar o calor com muito sabor! Vão muito bem com pratos leves que combinam com verão, como saladas de folhas, comida japonesa e frutos do mar.

Conheça cervejas do estilo Witbier, clicando aqui.

FRUIT BEER

As cervejas frutadas são ótimas para você se refrescar no verão, pois adicionam o frescor das frutas na cerveja e fazem com que seja um excelente aperitivo para hidratar o corpo e espantar o calor. Algumas delas podem ser servidas em copo com gelo aumentando ainda mais o seu poder de refrescar!

Conheça cervejas do estilo Fruit Beer, clicando aqui.

 

 

Frango glaceado na cerveja com salada cítrica de rúcula e laranja

Vamos aprender a fazer um delicioso e prático frango de frigideira para harmonizar com uma refrescante cerveja de trigo!

A novidade aqui é que vamos usar a cerveja também na receita, como ingrediente do prato – cerveja na panela! E vamos dar um toque cítrico no prato!

O acompanhamento será uma salada leve de rúcula, cebola roxa e laranja! Para contrastar com sabor mais adocicado e picante que vamos colocar no frango.

frango-glaceado-na-cerveja-2

Rendimento: serve 4 pessoas

Tempo total: 45 minutos

frango-glaceado-na-cerveja-3

INGREDIENTES:

1/2 xícara de cerveja de trigo (Weizen ou Witbier)
1/4 xícara de suco de laranja espremido na hora
3 colheres de sopa de geleia de laranja
1 colher de chá de raspas de casca de laranja
2 dentes de alho picados
2 colheres de sopa de azeite extra virgem de oliva
700 gr de coxas de frango desossada (e/ou sobrecoxas)
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de pimenta

SALADA DE RÚCULA E LARANJA

6 xícaras de rúcula
1/2 cebola roxa em fatias finas
1 tangerina ou laranja, fatiada
3 colheres de sopa de azeite extra virgem de oliva
1 colher de sopa de suco de laranja espremido na hora
2 colheres de chá de vinagre de vinho tinto
1/4 colher de chá de sal
1/4 colher de chá de pimenta do reino
3 colheres de sopa de pinolis torrados

frango-glaceado-na-cerveja-4

PREPARO:

Pré-aqueça o forno a 200ºC

FRANGO

Junte metade da cerveja, suco de laranja, geleia, raspas de laranja e alho em uma panela pequena e aqueça em fogo médio. Mexa até começar a ferver, reduza o fogo para médio-baixo e cozinhe até engrossar um pouco, cerca de 6 a 8 minutos.

Aqueça uma frigideira grande em fogo médio e adicione o azeite. Tempere o frango com sal e pimenta e coloque na frigideira, queimando em ambos os lados até ficarem douradas, cerca de 2 a 3 minutos de cada lado.

Após o segundo lado estar grelhado, adicione a outra metade da cerveja na frigideira e use uma colher de pau para raspar todos os bocados fora do fundo da panela. Despeje a o conteúdo da panela na frigideira e desligue o fogo.

Coloque o frango no forno descoberto e asse por 20 minutos. A cada 5 minutos, regue o frango com o esmalte no fundo da panela.
Sirva com a salada.

SALADA DE RÚCULA E LARANJA

Junte a rúcula, a tangerina e a cebola em uma tigela grande com uma pitada de sal e pimenta. À parte, misture o óleo, o suco, o vinagre, o sal e a pimenta, em seguida, despeje metade na salada e misture bem para revestir tudo. Salve o molho para acrescentar mais tarde, se desejar. Jogue o pinoli sobre a salada e misture mais uma vez. Sirva imediatamente com o frango.

frango-glaceado-na-cerveja-5

Dê preferência para uma frigideira de ferro, que retém o calor e deixa o frango mais saboroso!

Conheça mais cervejas de trigo: aqui.

Confira as Witbier: aqui.

Fonte: howsweeteats.com

North Coast: uma das 10 melhores cervejarias do mundo

10 melhores cervejarias do mundoO interesse pelas cervejas americanas no Brasil está crescendo cada dia mais. Novas marcas estão chegando e fazendo a festa dos brasileiros que apreciam cervejas artesanais de qualidade. Este é o caso de uma micro cervejaria que faz uma cerveja artesanal cultuada nos Estados Unidos, uma das mais premidas do mundo, e que agora você encontra por aqui, a North Coast. É uma das 10 melhores cervejarias do mundo!

A North Coast Brewing Company é uma das cervejarias pioneiras do movimento que fez renascer as cervejas artesanais nos Estados Unidos. Fundada em 1988 como uma pequena cervejaria local, uma das 10 melhores cervejarias do mundo é localizada na cidade histórica de Fort Bragg, que fica na costa de Mendocino, no norte da Califórnia.

Comandada pelo seu fundador, o mestre cervejeiro Mark Ruedrich, a North Coast desenvolveu uma enorme reputação na fabricação de cervejas de grande qualidade. Atualmente, a cervejaria contabiliza mais de 70 prêmios ganhos em concursos nacionais e internacionais.

Recentemente, a North Coast foi considerada pelo Testing Institutes of Chicago como uma das 10 melhores cervejarias do mundo.

Conheça a história de uma das 10 melhores cervejarias do mundo

Em 1996, a cervejaria comprou os direitos da legendária Acme Brewing Company, um dos ícones da cultura cervejeira, que funcionou de 1907 à 1954 e cujos donos faziam cerveja desde 1860.

Essa herança na fabricação de cervejas na Califórnia deu origem aos rótulos Acme California Pale Ale e Acme California IPA, que junto dos rótulos Red Seal Ale, Scrimshaw, Blue Star e Old Rasputin, fazem da North Coast uma das cervejarias mais cultuadas da atualidade.

10 melhores cervejarias do mundoNorth Coast Scrimshaw • Classic American Pilsner • 4,7% ABV

“Scrimshaw é o nome das gravuras em marfim de baleias cachalotes popularizadas pelos marinheiros. A premiadíssima North Coast Scrimshaw é uma Classic American Pilsner refrescante, produzida com maltes Munich e lúpulos Hallertauer e Tettnang. Apresenta leve frescor de lúpulo, paladar limpo e final seco!”

Olho: dourado, boa espuma

Nariz: floral, frutada, doce

Boca: refrescante, cítrico, final suave

Ingredientes: água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: bruschetta clássica, saladas leves, frutos do mar, petiscos fritos, pizzas, embutidos

Indicação do Beer Sommelier: camarões grelhados

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

10 melhores cervejarias do mundoNorth Coast Blue Star • American Wheat • 4,5% ABV

“Esta premiadíssima cerveja artesanal do estilo American Wheat Beer é fabricada no padrão American Craft Beer Renaissance, sem filtrar e com a levedura agregando um sabor mais complexo. Menos frutadas que as weiss alemãs e agradavelmente mais cítricas!”

Olho: amarelo palha, boa espuma

Nariz: tostado, cítrico

Boca: leve acidez, refrescante, final amargo

Ingredientes: água, malte de cevada, malte de trigo, lúpulo e levedura

Harmonização: queijos macios de mofo branco, queijo de cabra, bolinho de bacalhau, haddock assado, ovos com bacon, pato assado, salmão defumado, truta, vitela

Indicação do Beer Sommelier: ceviche de frutos do mar e/ou salmão

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

10 melhores cervejarias do mundoNorth Coast Red Seal • American Amber Ale • 5,4% ABV

“A cerveja artesanal americana North Coast Red Seal Ale é um casamento perfeito entre lúpulo e malte. Apresenta corpo médio, coloração vermelha acobreada e final seco longo, devido sua carga generosa de lúpulos. Vai muito bem acompanhando carnes grelhadas e molhos mais encorpados e gordurosos!”

Olho: âmbar, boa espuma

Nariz: cítrico, tostado, floral, herbal

Boca: frutado, amargo, final seco

Ingredientes: água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: bacalhau, bife grelhado, cordeiro, frango assado e a passarinho, kafta de carne

Indicação do Beer Sommelier: filé aperitivo

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

10 melhores cervejarias do mundoNorth Coast Acme California Pale Ale • American Pale Ale • 5,0% ABV

“A premiadíssima americana North Coast Acme California Pale Ale é uma cerveja artesanal muito fácil de beber. Resgata o nome de um dos primeiros ícones cervejeiros da Califórnia, dos anos de 1860. De sabor limpo, deliciosamente maltado, é fabricada com lúpulos de Yakima Valley, no estado de Washington, e uma combinação de dois maltes americanoscom maltes especiais britânicos!”

Olho: âmbar, cristalino, boaespuma

Nariz: perfumado, biscoito, cítrico

Boca: leve, cítrico, caramelo, suave amargor

Ingredientes: água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: amêndoas, atum, carne, frango, embutidos, provolone e pecorino, hambúrguer, empanadas, frios, lula frita, pato aupoivre, pimentão recheado, pizza de calabresa

Indicação do Beer Sommelier: rocambole de carne

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

10 melhores cervejarias do mundoNorth Coast Acme IPA • India Pale Ale (IPA) • 6,9% ABV

“A premiadíssima cerveja artesanal californiana North Coast Acme CaliforniaIPA resgata o rótulo Acme, que remonta à São Francisco de 1860.É bastante lupulada, levando meio quilo de lúpulo fresco por barril. O que resulta em uma cerveja de grande frescor, deliciosamente seca e de enorme drinkability, apesar de ser aparentemente forte!”

Olho: âmbar, turva, média espuma

Nariz: caramelo, herbal, miolo de pão

Boca: cítrico, equilibrada, amargo, seco

Ingredientes: água, malte de cevada, lúpulo e levedura

Harmonização: carne assada, embutidos em geral, comida mexicana, empanadas, falafel, hambúrguer, salmão, pimentão recheado, pizza de calabresa, queijos intensos

Indicação do Beer Sommelier: pato au poivre

Temperatura de Serviço: 5 a 7º

 

Conheça a cerveja Witbier: bebida feita com trigo belga

Cerveja Witbier é um estilo de cerveja de trigo temperada com sementes de coentro e cascas de laranja, que nasceu na Bélgica há mais 400 anos e havia desaparecido por volta dos anos 1950.

PierreCelis

O estilo estava extinto até que um mestre cervejeiro belga, chamado Pierre Celis, retomou a sua produção, na cidade de Hoegaarden, baseado em suas memórias de quando ele era criança e a cerveja Witbier ainda era fabricada.

A partir deste renascimento, a cerveja belga de trigo ganhou notoriedade e caiu no gosto popular, transformando o estilo Witbier numa cerveja popular e de grande consumo, especialmente no verão.

Como é a cerveja Witbier

Na aparência, tem cor amarelo palha e grande turbidez, como todas as cervejas de trigo, devido aos resíduos de levedura em suspensão, o que é uma característica específica da fermentação do trigo e faz muito bem para a digestão.

copo-de-witbier-8A espuma é cremosa, geralmente generosa e branca, ficando bastante tempo no copo.

Seu aroma costuma ser levemente adocicado, às vezes com toques de baunilha ou mel, com um pouco de acidez moderada e notas cítricas de laranja. Um perfume herbal vindo do coentro remete à especiarias e pimenta.

No paladar, o amargor é baixo ou moderado, deixando sobressair sabores frutados e de especiarias, o que deixa a cerveja muito refrescante. O corpo é médio, mas a sensação de leveza é grande.

Uma cerveja elegante e deliciosa, para ser consumida fresca, ainda jovem, pois não deve ser guardada por um longo período.

Conheça algumas cervejas Witbiers, aqui.

Conheça outras cervejas belgas, aqui.